Você já ouviu falar em SMLL? Esse índice acompanha o desempenho das Small Caps, empresas com grande potencial de crescimento na B3. Com o SMLL, você pode diversificar seu portfólio e explorar novos horizontes de investimento. Empresas como Arezzo, Gol e Embraer são apenas alguns exemplos das companhias que compõem o índice.

A seguir, o Melhor Investimento explicará tudo sobre SMLL, desde sua definição e metodologia de cálculo até sua importância no mercado acionário brasileiro. Você também conhecerá as Small Caps, suas características e ações na bolsa de valores brasileira. Confira!

O que é o índice SMLL?

O SMLL é como um termômetro da bolsa de valores que foca em empresas promissoras, mas menores do que as blue chips do mercado financeiro. Assim como o Ibovespa serve para o topo do mercado, o SMLL mapeia o desempenho dessas empresas em crescimento, oferecendo uma chance de diversificar seus investimentos e explorar novas possibilidades.

Diferentemente de índices que observam apenas variação de preços, o SMLL considera também o impacto dos proventosdividendos, juros sobre capital próprio — no retorno geral. Ou seja, além da valorização das ações, você se beneficia dos dividendos pagos pelas empresas, o que potencializa os seus ganhos.

Mas saiba que a composição do SMLL é criteriosa! Entram no índice apenas empresas que negociam em 95% dos pregões, estão fora do grupo das maiores do mercado, não são penny stocks — ações valendo menos de R$ 1,00 — e mantém um alto Índice de Negociabilidade (IN), um indicador que revela a facilidade com que você pode comprar e vender esse ativo sem afetar significativamente seu preço.

Para garantir que o SMLL acompanhe sempre as empresas de menor capitalização, a B3 faz revisões a cada quatro meses. As empresas que não cumprem mais os critérios são substituídas por outras que se encaixam no perfil.

O que são as Small Caps?

As Small Caps são empresas de capital aberto com capitalização de mercado menor que as blue chips. Apesar do nome, “Small Caps” não significa necessariamente empresas pequenas. Na verdade, muitas delas são líderes em seus setores de atuação.

Uma das métricas usadas para comparar empresas na bolsa é a capitalização de mercado. Ela é o valor total da empresa, calculado multiplicando o número de ações em circulação pelo preço de cada ação.

Saiba que não existe um valor único para definir uma Small Cap. A classificação pode variar de acordo com a instituição financeira, mas geralmente considera empresas com capitalização de mercado entre algumas centenas de milhões até R$ 6 bilhões ou mais.

A ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) define as Small Caps como as empresas que não estão entre as 25 maiores do IBr-X, o índice das principais ações da bolsa de valores brasileira.

As Small Caps costumam ser empresas novatas ou que atuam em setores em expansão, mas não é regra. Como são menos conhecidas, seus títulos têm menor volume de negociação que as blue chips, ou seja, pode ser mais difícil comprar e vender ações de Small Caps.

As ações de Small Caps tendem a ter mais oscilação de preço que as blue chips. Dessa forma, podem ter retornos maiores, mas também mais risco. As Small Caps tendem a reinvestir uma maior porcentagem de seus lucros no negócio, o que geralmente resulta em um pagamento menor de dividendos em comparação com empresas mais consolidadas.

Cotação do SMLL

AtributoValor
Fechamento Anterior2.256,78
Cotação SMLL hoje2.259
Mínimo – máximo por dia2.257 – 2.260
Variação diária0,11%
Variação em 52 semanas24,27%
Dividend Yield (DY)3,64%

SMLL supera o desempenho do Ibovespa?

Você sabia que as Small Caps historicamente superam o Ibovespa em períodos de corte de juros? No entanto, esse destaque não acontece imediatamente. No início, o Ibovespa tende a subir, e as Small Caps ganham força depois. A baixa liquidez do mercado dificulta a entrada e saída de grandes investidores nesses ativos.

Um estudo feito pelo Santander constatou que, em média, 12 meses após o primeiro corte, o SMLL superou o Ibovespa em 23 pontos percentuais. A queda da Selic para um dígito pode atrair investidores individuais para as Small Caps, o que impulsionaria o índice.

Apesar da maior volatilidade, as Small Caps se beneficiam de juros baixos por alguns motivos. Primeiro, o tem cerca de 78% de empresas brasileiras que se apoiam mais na dinâmica da economia doméstica. Segundo, setores como imobiliário, varejo e consumo, geralmente presentes no Índice Small Cap (SMLL), tendem a performar bem com juros baixos. Por último, historicamente, as small caps entregam retornos maiores que o Ibovespa, justificando o risco assumido.

Além disso, o Santander destaca que o SMLL está sendo negociado a um preço atrativo, com um P/L de 9,6 vezes, abaixo da média histórica de 14,2 vezes.

Mas é importante ressaltar que a baixa liquidez exige cautela. Nesse sentido, tenha consciência da maior volatilidade das Small Caps em relação ao Ibovespa. Elas podem ser uma boa opção para diversificar a carteira e buscar retornos maiores com juros baixos, desde que se considere o risco envolvido.

Índice de mercado Small Cap B3: quais são as ações Small Caps?

Conheça algumas ações das Small Caps, segundo a B3, na tabela abaixo:

CódigoAçãoTipoQuantidade TeóricaParticipação (%)
RRRP33R PETROLEUM ON NMON235.665.5662,702
TTEN33TENTOS ON NMON113.777.5860,416
ABCB4ABC BRASIL PN N2PN74.288.6680,626
AESB3AES BRASIL ON NMON317.103.9371,124
AALR3ALLIAR ON NMON7.916.0840,025
ALOS3ALLOS ON NMON532.616.5954,427
ALPA4ALPARGATAS PN N1PN176.733.9680,585
ALUP11ALUPAR UNT N2UNT145.652.3131,547
AMBP3AMBIPAR ON NMON55.695.8900,302
ANIM3ANIMA ON NMON256.834.7500,437
ARZZ3AREZZO CO ON NMON62.305.8911,392
ARML3ARMAC ON NMON171.399.1080,75
AZUL4AZUL PN N2PN327.593.7251,484
BPAN4BANCO PAN PN N1PN327.696.3791,084
Fonte: B3

Outras ações como Copasa (CSMG3), Embraer (EMBR3), Fleury (FLRY3), Gol (GOLL4), GPA (PCAR3), Marcopolo (POMO4), Petrorecôncavo (RECV3), 3R Petroleum (RRRP3), Taesa (TAEE11), Usiminas (USIM5) marcam presença no Índice Small Cap (SMLL).

Quais são os principais índices financeiros no Brasil?

Os principais índices financeiros no Brasil podem ser divididos em três grupos: índices de ações, índices de renda fixa e indicadores de inflação.

Os índices de ações acompanham o desempenho das ações negociadas na bolsa de valores brasileira (B3). Além do SMLL, alguns dos mais importantes são o Ibovespa, que representa as ações mais negociadas, e o IBrX, composto pelas 100 (IBrX-100) ou 50 (IBrX-50) principais ações negociadas na B3.

Já os índices de renda fixa servem de referência para investimentos como títulos públicos e fundos de renda fixa, enquanto os índices de inflação ajudam a entender o poder de compra da moeda e a definir taxas de juros. Aqui entram o CDI, que é a taxa média dos Certificados de Depósito Interbancário, e índices como IPCA e IGP-M, usados para correção de valores de acordo com a inflação.

Além desses, também é importante acompanhar o PIB (Produto Interno Bruto), que mede a atividade econômica do país, e a taxa Selic, que é a taxa básica de juros definida pelo Banco Central e impacta diretamente o mercado financeiro.

Resumindo

Qual é a diferença entre SMLL e Small Caps?

SMLL é o índice da bolsa brasileira que acompanha o desempenho das ações de menor capitalização. As Small Caps são as ações de empresas com menor capitalização de mercado na bolsa. Elas tem um potencial de crescimento alto, mas também maior risco.

SMLL supera o desempenho do Ibovespa?

Sim, o SMLL tem potencial para superar o Ibovespa em períodos de corte de juros, como o atual. Historicamente, o SMLL superou o Ibovespa em 23 pontos percentuais em média 12 meses após o primeiro corte da Selic. No entanto, é importante ter cautela devido à baixa liquidez do mercado de Small Caps, o que pode gerar maior volatilidade.

Quais são as principais ações Small Caps?

Costumam marcar presença no índices as seguintes ações: AES Brasil (AESB3), Aliansce Sonae (ALSO3), Arezzo (ARZZ3), Copasa (CSMG3), Embraer (EMBR3), Fleury (FLRY3), Gol (GOLL4), GPA (PCAR3), Marcopolo (POMO4), Petrorecôncavo (RECV3), 3R Petroleum (RRRP3), Taesa (TAEE11), Usiminas (USIM5).

Continue lendo os artigos do nosso portal e entenda mais sobre mercado financeiro com nossos e-books.

Carolina Gandra

Redatora do Melhor Investimento. Formada em Jornalismo, com 2 anos de experiência em redação de textos para diferentes nichos de mercado.