Nascido da fusão de dois outros fundos de crédito, o fundo BTCI11 representa mais uma alternativa de investimento para quem deseja se expor ao mercado imobiliário, sem a necessidade de adquirir diretamente um imóvel.

Com uma estratégia centrada na aquisição de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs) de devedores com excelente perfil de crédito, o BTCI11 busca oferecer uma rentabilidade vinculada ao desempenho do CDI.

Mas o que torna este fundo uma opção interessante? Neste artigo, o Melhor Investimento explora os principais aspectos do BTCI11, incluindo seu histórico de cotações e dividendos, foco de investimento e volatilidade.

O que é BTCI11?

BTCI11 refere-se ao ticker de identificação do FII (Fundo de Investimento Imobiliário), BTG Pactual Crédito Imobiliário, também chamado de BTG Pactual Fundo de CRI, na B3 (Bolsa de Valores do Brasil). 

Administrado pela BTG Pactual Serviços Financeiros, a mesma empresa que gerencia os recursos aplicados no BTCI11, o fundo foi constituído em maio de 2008 pela incorporação de dois fundos da BTG, o BTCR11 e o FEXC11. Atualmente, o BTCI11 possui 99.521.172 cotas emitidas, distribuídas entre 173.160 cotistas.

O BTCI11 é categorizado como Fundo de Papel, o que significa que seu foco de investimento está predominantemente em ativos financeiros relacionados ao mercado imobiliário, como Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI), Letra de Crédito Imobiliário (LCI), Letra Imobiliária Garantida (LIG), entre outros.

Esses ativos são títulos de dívida emitidos por instituições financeiras ou empresas, que utilizam os recursos captados para financiar projetos no setor imobiliário.

Outras características do BTCI11

Conforme a BTG, o principal objetivo do BTCI11 é entregar aos seus cotistas retornos atrelados à performance do CDI (Certificado de Depósito Interbancário), – indicador de referência para investimentos em renda fixa no Brasil. Para garantir a solidez dos investimentos, o fundo prioriza a aquisição de CRIs emitidos por devedores com histórico positivo de crédito.

A taxa de administração do BTCI11 é compatível com os padrões do mercado, sendo de 0,95% ao ano. Atualmente, o fundo apresenta um índice P/VP (Preço sobre Valor Patrimonial) de 0,99, e um Dividend Yield acumulado nos últimos 12 meses de 11,53%.  

Visão geral cotação BTCI11

DataÚltimoAberturaMáximaMínimaVolumeVariação
01.05.202410,0210,2210,2810,00-1.76%
01.04.202410,2010,2310,409,97151,45K-0.39%
01.03.202410,2410,1810,309,99299,49K+0.59%
01.02.202410,189,9110,299,814,60M+1.80%
01.01.202410,009,9010,039,855,41M+0.70%
01.12.20239,939,6210,009,454,48M+2.16%
01.11.20239,729,649,839,564,44M0.00%
01.10.20239,729,799,909,614,79M-1.22%
01.09.20239,849,4810,019,364,94M+3.14%
01.08.20239,549,239,669,085,31M+1.49%
01.07.20239,409,109,759,084,61M+2.73%
01.06.20239,159,149,349,105,91M+0.16%
01.05.20239,148,949,358,884,45M+2.16%
Fonte: Investing.com

Volatilidade Histórica do FII BTG Pactual Fundo de CRI

Desde sua criação, o BTCI11 tem experimentado níveis significativos de volatilidade. Em fevereiro de 2011, o fundo atingiu seu pico histórico, registrando uma volatilidade de aproximadamente 185%, segundo dados do portal Melhor Retorno. Essa oscilação representou um marco para o índice.

Nos anos seguintes, o BTCI11 experimentou uma gradual redução nos altíssimos níveis de flutuação. Ainda em julho de 2012, a volatilidade recuou para 7,79%, demonstrando uma estabilização relativa. 

Contudo, ainda em 2020 reviveu a alta volatilidade, com o índice superando os 100%. No mesmo ano, porém, a volatilidade voltou a cair, alcançando 3,76%. No momento da publicação deste artigo, a volatilidade encontra-se em 11,14%.

Para melhor ilustrar essa trajetória, a seguir consta um histórico das maiores e menores volatilidades registradas pelo BTCI11 ao longo dos anos:

Ano Maior nível de volatilidadeMenor nível de volatilidade
2011185,16% 10,34%
2012 33,67%7,79%
201422,61%6,43%
201646,25%6,06%
201818,38%7,26%
2020101,86%3,76%
202222,73%5,73%
2024 (até então)16,79%3,77%

Vale destacar que a volatilidade é uma medida estatística que expressa o grau de variação de um ativo financeiro em um determinado período. No caso do BTCI11, a volatilidade representa a flutuação no preço das cotas do fundo imobiliário no mercado.

Em termos simples, essa ferramenta estatística mede o risco assumido pelo investidor na aplicação. Quanto menor seu valor, menor o risco do ativo.

Lembre-se, a volatilidade é apenas uma das muitas métricas que os investidores devem considerar ao avaliar um investimento em um fundo imobiliário como o BTCI11. Logo, é sempre importante fazer uma análise completa para aumentar a chances de aportes mais sólidos e bem informados. 

Dividendos mensais de BTCI11 2024

O Fundo Imobiliário BTCI11 distribuiu recentemente R$ 0,09 por cota aos seus cotistas, pagamento referente ao dia 12 de abril de 2024. Esse dividendo se soma à performance positiva do fundo no acumulado do ano: o BTCI11 registra alta em 2024, com valorização expressiva desde o início do período.

Em janeiro de 2024, as cotas do BTCI11 eram negociadas em torno de R$ 9,98. No momento de publicação do presente artigo, a cotação do fundo está em R$ 10,13, demonstrando um crescimento de 1,51% no ano.

TipoData Com PagamentoValor
RENDIMENTO08/05/202415/05/20240,09200000
RENDIMENTO05/04/202412/04/20240,09200000
RENDIMENTO07/03/202414/03/20240,09200000
RENDIMENTO07/02/202416/02/20240,09200000
RENDIMENTO08/01/202415/01/20240,09400000
RENDIMENTO07/12/202314/12/20230,09700000
RENDIMENTO08/11/202316/11/20230,09700000
RENDIMENTO06/10/202316/10/20230,10100000
RENDIMENTO08/09/202315/09/20230,10100000
RENDIMENTO07/08/202314/08/20230,10100000
RENDIMENTO07/07/202314/07/20230,10100000
RENDIMENTO07/06/202315/06/20230,10600000
Fonte: Status Invest

Afinal, vale a pena investir em BTCI11?

Uma decisão sólida de investimento, certamente, é algo que carece de uma pesquisa aprofundada sobre o fundo e o mercado. Deve-se considerar, acima de tudo, uma análise criteriosa dos seus objetivos, perfil de risco e tolerância à volatilidade.

Veja alguns pontos a considerar, de forma geral: 

  • Perfil de Risco: se você é um investidor que tolera bem a volatilidade e está buscando uma alternativa para diversificar seu portfólio com exposição ao mercado imobiliário, o BTCI11 pode ser uma boa opção.
  • Horizonte de Investimento: considere se o seu horizonte de investimento é compatível com a natureza do fundo. Investimentos em fundos imobiliários geralmente são mais indicados para médio a longo prazo.
  • Análise de Desempenho: examine o histórico de rentabilidade, volatilidade e pagamento de dividendos do BTCI11. Compare esses dados com outros fundos imobiliários e investimentos para tomar uma decisão informada.

A análise desses e de outros fatores pode ser complexa. Em nosso site você pode conferir um simulador de fundo imobiliário, uma ferramenta que certamente irá lhe ajudar a entender melhor o investimento.

Portanto, antes de investir no BTCI11, ou em qualquer outro fundo, é altamente recomendável consultar um consultor financeiro para entender se este investimento é adequado para você.

Este artigo não recomenda nem desaconselha a compra do BTCI11. A decisão de investir deve ser sua, baseada em uma análise individual que preferencialmente conte com a orientação personalizada de um profissional.

Como investir em fundos imobiliários de CRI?

A parte difícil é avaliar se o investimento corresponde a uma boa decisão. Caso o aporte seja adequado, o processo para aplicar é bem simples. Veja um guia: 

  1. Escolha uma corretora de valores regulamentada pela B3, a bolsa de valores brasileira
  2. Acesse a plataforma de investimentos da corretora escolhida
  3. Forneça os documentos solicitados e complete o cadastro.
  4. Após a validação da sua conta, faça login na plataforma de investimentos da corretora. 
  5. No aplicativo ou site da corretora, procure pelo ticker BTCI11. Este código identifica o Fundo de Investimento Imobiliário BTG Pactual Fundo de CRI na bolsa de valores.
  6. Insira a quantidade de cotas que deseja adquirir e o preço limite para efetivar a compra

Pronto, agora você é um investidor do BTCI11! Não deixe de acompanhar o desempenho do seu investimento na plataforma da corretora. Acesse relatórios, extratos e outras informações relevantes sobre o fundo BTCI11.

Por fim, lembre-se: 

  • Leia atentamente o prospecto do fundo antes de investir.
  • Invista de acordo com seus objetivos e perfil de risco.
  • Diversifique seus investimentos para reduzir os riscos.
  • Consulte um assessor financeiro para obter orientação personalizada.

Lucas Machado

Redator do Melhor Investimento e estudante de Psicologia, com mais de dois anos de experiência em redação de artigos relacionados aos mais variados assuntos e campos do saber.