Você já ouviu falar sobre o PIER11? Trata-se de um fundo de investimento gerido pela Pátria Infraestrutura, empresa com atuação nos seguintes setores: transporte e logística, energia elétrica e gás, telecomunicações e serviços ambientais

O PIER11 faz parte do segmento de energia e foi uma estratégia lançada pela empresa com foco em renda. O seu objetivo é proporcionar aos cotistas a valorização do capital investido no longo prazo, com estratégia centrada, principalmente, na realização de investimentos em Companhias Investidas com capacidade de geração e distribuição recorrente de dividendos.

Confira nesse artigo se vale a pena fazer esse investimento e ter esse fundo em sua carteira.

Sobre o PIER11

  • Início das atividades: 04/08/2022
  • Código de Negociação: PIER11 (Ambiente CETIP)
  • Patrimônio Líquido: R$ 409.504.170,61
  • Cotas Emitidas: 4.072.328
  • Valor patrimonial da cota: R$ 100,56
  • Setor: Energia (Geração e Transmissão)
  • Taxa de Administração e Gestão: 1,30% a.a.
  • Taxa de Performance: Não há

Últimos resultados do PIER11

Segundo relatório gerencial PIER 2024, o primeiro ano de operação do PIER (agosto 2022 a julho 2023) o Fundo distribuiu um montante de R$ 12,00 por cota, equivalente a R$ 1,00 por cota mensalmente. Isso resultou em um dividend yield de 12,0% em termos nominais e uma Taxa Interna de Retorno (TIR) líquida de IPCA + 9,0%, considerando o valor de cota /patrimonial inicial do Fundo, estabelecido em R$ 100,00, em conformidade com as projeções apresentadas no Prospecto Definitivo da 1ª Emissão de Cotas. 

Em 31 de janeiro de 2024, o PIER anunciou a distribuição de rendimentos no valor de R$ 1,00 por cota, que foi efetuada em 7 de fevereiro de 2024. Desde o início de suas atividades, o Fundo acumulou uma distribuição total de rendimentos de R$ 18,00 por cota. 

Para o segundo ano de operação do Fundo, previsto para o período de agosto de 2023 a julho de 2024, o PIER planeja manter as distribuições mensais de R$ 1,00 por cota, conforme previsto no Prospecto, o que resultará em um yield de 11,9%.

Fonte: RELATÓRIO GERENCIAL | JANEIRO DE 2024

De acordo com o próprio relatório, o Fundo possui nove ativos de geração hídrica, totalizando 167 MW de capacidade instalada, localizados na Bahia, Goiás e Rio de Janeiro. Essas usinas têm contratos de venda de energia de longo prazo (PPAs), proporcionando previsibilidade de caixa e proteção contra a inflação. Operando há mais de 10 anos, possuem capacidade para abastecer aproximadamente 1,4 milhões de habitantes.

Portanto, trata-se de um fundo que devemos sempre estar atentos e optar por tê-lo em sua carteira de investimentos pode trazer ganhos a longo prazo. Entre os principais motivos valem o crescimento do setor de energia, principalmente pela opção de fontes renováveis, e a possibilidade de diversificação, optando por investir em novos setores. 

Fatores que podem influenciar o rendimento PIER11

O PIER11, assim como outros fundos de investimento, pode ser influenciado por diversos fatores, o que resulta em quedas ou altas em seu valor. Confira abaixo alguns pontos que podem ocasionar mudanças!

  • Condições macroeconômicas: o ambiente econômico geral, incluindo taxas de juros, crescimento econômico e estabilidade política, pode afetar a demanda por energia e o custo do capital para projetos de infraestrutura.
  • Regulamentações governamentais: mudanças nas políticas governamentais e regulamentações relacionadas ao setor de energia, incluindo políticas ambientais e incentivos fiscais, podem impactar as oportunidades de investimento e o custo de operação das empresas do portfólio.
  • Flutuações nos preços das commodities: os preços das commodities energéticas, como petróleo, gás natural e eletricidade, podem influenciar a rentabilidade das empresas de energia e dos projetos de infraestrutura.
  • Desenvolvimento tecnológico: avanços tecnológicos no setor de energia, como energia renovável, armazenamento de energia e eficiência energética, podem criar novas oportunidades de investimento ou afetar a competitividade das empresas tradicionais de energia.
  • Condições de mercado financeiro: a disponibilidade de financiamento e as condições do mercado de capitais podem influenciar a capacidade das empresas do portfólio de acessar capital para financiar projetos de infraestrutura.
  • Desempenho operacional das empresas do portfólio: o desempenho operacional das empresas de energia e dos projetos de infraestrutura incluídos no portfólio do fundo pode impactar diretamente seu desempenho financeiro e retorno para os investidores.
  • Gestão do fundo: a qualidade da gestão do fundo, sua capacidade de identificar oportunidades de investimento, implementar estratégias eficazes e gerenciar riscos, também é um fator crítico que influencia o desempenho do fundo.

Por que considerar o PIER11 na carteira de investimentos?

Os benefícios de investir em um fundo como o Pátria Energia Core FIP Infraestrutura são diversos. Em rendimentos acumulados, o fundo tem R$18,00 por cota;

Abaixo confira os principais benefícios de investir neste fundo:

  • Diversificação: investir em um fundo de infraestrutura permite diversificar seu portfólio, pois você está exposto a diferentes empresas e projetos no setor de energia.
  • Acesso a oportunidades específicas: fundos de infraestrutura, como este, oferecem acesso a oportunidades de investimento específicas no setor de energia, que podem não estar disponíveis para investidores individuais.
  • Potencial de retorno atrativo: o setor de energia, especialmente em infraestrutura, pode oferecer retornos atrativos a longo prazo devido à demanda contínua por serviços energéticos e à necessidade de investimentos em infraestrutura para atender a essa demanda.
  • Gestão profissional: os fundos são gerenciados por equipes profissionais com experiência em investimentos no setor de energia, o que pode ajudar a identificar e aproveitar oportunidades de investimento e gerenciar riscos.
  • Acesso a projetos de grande escala: investir em um fundo de infraestrutura pode proporcionar acesso a projetos de grande escala que podem ser financeiramente inviáveis para um investidor individual.
  • Potencial para mitigação de riscos: ao investir em um portfólio diversificado de empresas e projetos no setor de energia, você pode ajudar a mitigar alguns riscos específicos associados a investimentos individuais.

Conclusão

Os investidores interessados em diversificar sua carteira e buscar oportunidades de investimento específicas no setor de energia podem considerar o PIER11 como uma opção. O fundo oferece acesso a um portfólio diversificado de ativos de geração hídrica, com contratos de venda de energia de longo prazo e uma estratégia de distribuição mensal de rendimentos.

No entanto, é importante reconhecer que investimentos em fundos como o PIER11 estão sujeitos a diversos fatores de risco, incluindo condições macroeconômicas, regulamentações governamentais, flutuações nos preços das commodities e desempenho operacional das empresas do portfólio, como citado anteriormente. Portanto, os investidores devem realizar uma análise cuidadosa, considerando todos os aspectos do investimento antes de tomar uma decisão.

Como em qualquer investimento, é aconselhável buscar orientação de um assessor de investimentos capacitado, avaliar o prospecto do fundo e considerar seu próprio perfil de investimento antes de decidir se o PIER11 é adequado para sua carteira.

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.