O Nubank (NUBR33) divulgou na última quarta-feira (19) que vai participar do Desenrola, um programa do Governo Federal voltado para a renegociação de dívidas, e anunciou que removerá da lista de negativados os nomes das pessoas com dívidas de até R$ 100.

Em seu comunicado, o banco afirmou que informará posteriormente as condições e critérios para as renegociações no âmbito do programa, bem como os canais de atendimento disponibilizados.

O Nubank se junta a outras instituições financeiras, como Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú Unibanco, Santander e C6 Bank, que já confirmaram sua participação no programa.

Na primeira fase do Desenrola, indivíduos com renda mensal de até R$ 20 mil terão a oportunidade de renegociar suas dívidas diretamente com as instituições financeiras.

Além da renegociação, os bancos participantes do programa têm o compromisso de “limpar o nome” das pessoas com dívidas de até R$ 100. As instituições têm até o próximo dia 28 para remover essas informações de seus sistemas e, assim, retirar os nomes dos endividados da lista de negativados.

Contudo, é importante destacar que essa medida de limpar o nome dos clientes não implica no perdão das dívidas. Os débitos ainda existirão, porém, os bancos se comprometem, por meio do programa, a não utilizar essas dívidas como critério para inclusão dos clientes em cadastros de inadimplentes.

Veja também:
Renegociação de dívidas até R$ 5 mil: governo lança programa “Desenrola Brasil”
Itaú e Santander confirmam participação no “Desenrola Brasil”
Detentores de BDRs Nubank (NUBR33) têm prazo para escolher entre três opções

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.