Nesta quinta-feira (22), os mercados globais começam o dia em queda, enquanto os investidores aguardam as próximas declarações de Jerome Powell, presidente do Federal Reserve (Fed), que irá se pronunciar no Senado após ter abalado os mercados com seu depoimento na Câmara ao mencionar a possibilidade de aumentos nas taxas de juros ainda este ano.

Na parte da manhã, Powell apresentará seu Relatório Semestral de Política Monetária ao Comitê Bancário do Senado a partir das 11h.

Na Europa, os investidores estão atentos ao próximo anúncio de política monetária do Banco da Inglaterra (BoE), com expectativas de um possível aumento de 25 ou 50 pontos-base nas taxas de juros.

Estados Unidos

Na manhã desta quinta-feira, os índices futuros dos Estados Unidos registram queda, seguindo a tendência dos principais índices de mercado que fecharam no vermelho pelo terceiro dia consecutivo. 

O declínio foi impulsionado pelo depoimento de Jerome Powell, presidente do Federal Reserve (Fed), que alertou para a possibilidade de mais aumentos nas taxas de juros como medida de combate à inflação. Essa perspectiva decepcionou os investidores que esperavam que o banco central estivesse próximo de encerrar seu ciclo de aperto monetário.

Além disso, os investidores estarão atentos aos dados semanais de pedidos de auxílio-desemprego, que devem apresentar um total de 256.000, de acordo com economistas consultados pela Dow Jones.

Veja o desempenho dos mercados futuros:

  • Dow Jones Futuro (EUA), -0,17%
  • S&P 500 Futuro (EUA), -0,26%
  • Nasdaq Futuro (EUA), -0,36%  

Ásia

Após as declarações de Jerome Powell, presidente do Federal Reserve (Fed), indicando a possibilidade de mais aumentos nas taxas de juros este ano e enfatizando que ainda há um longo caminho a percorrer para atingir a meta de 2% de inflação, os mercados asiáticos encerraram em um cenário misto.

Durante sua participação no Comitê de Serviços Financeiros da Câmara, Powell afirmou que a maioria dos membros do FOMC (Comitê Federal de Mercado Aberto) espera que seja apropriado elevar as taxas de juros um pouco mais até o final do ano.

É importante destacar que os mercados de Hong Kong, China continental e Taiwan permaneceram fechados devido a um feriado na quinta-feira.

  • Shanghai SE (China), fechado por feriado
  • Nikkei (Japão), -0,92%
  • Hang Seng Index (Hong Kong), fechado por feriado
  • Kospi (Coreia do Sul), +0,43% 
  • ASX 200 (Austrália), -1,63%

Europa

Os mercados europeus estão apresentando queda devido à repercussão das previsões de Jerome Powell, presidente do Federal Reserve dos Estados Unidos, sobre possíveis aumentos nas taxas de juros. Os investidores estão aguardando a decisão de política monetária do Banco da Inglaterra.

Há expectativas de que o Banco da Inglaterra eleve as taxas de juros devido à persistente alta da inflação, embora haja divergências no mercado em relação à possibilidade de um aumento de 25 ou 50 pontos-base.

Nesta manhã, o Banco Nacional Suíço anunciou um aumento de 25 pontos-base em sua taxa de juros, marcando sua quinta alta consecutiva e elevando a taxa para 1,75%.

  • FTSE 100 (Reino Unido), -0,80%
  • DAX (Alemanha), -0,70%
  • CAC 40 (França), -1,24%
  • FTSE MIB (Itália), -1,26% 
  • STOXX 600, -0,92%

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.