A ação da Apple (AAPL34) alcançou o maior preço diário da história, sendo negociada a US$ 183,79 na última segunda-feira (12), de acordo com informações do Trademap

No entanto, é importante ressaltar que o valor de mercado atingido pela Apple neste dia, de US$ 2,89 trilhões, não é o maior já registrado. Isso ocorreu devido à redução na quantidade de ações em circulação, o que resultou em um valor atual menor. O recorde de valor de mercado da Apple foi estabelecido em 3 de janeiro de 2022, quando atingiu a marca de US$ 2,98 trilhões, conforme informado pelo Trademap.

Analisando outras empresas de tecnologia, a ação da Microsoft (MSFT34) encerrou o pregão negociada a US$ 331,85, o que representa 98,1% do maior preço já registrado para o papel. Esse recorde ocorreu em 19 de novembro de 2021.

Já a Alphabet (GOOGL3) fechou a 82,5% do seu preço máximo, enquanto a Amazon (AMZO34) atingiu 68% e a Meta Platforms (FBOK34) alcançou 70,90% do valor máximo já registrado para suas ações.

Desempenho dos índices nos EUA

Além disso, é interessante observar os indicadores gerais do mercado. Nesta segunda-feira, os índices S&P 500 e Nasdaq subiram e alcançaram seus patamares de fechamento mais altos desde abril de 2022.

O S&P 500 teve um impulso significativo devido aos ganhos da Amazon, Apple e Tesla, e se recuperou em cerca de 21% em relação às suas mínimas registradas em outubro de 2022. Muitos investidores veem essa tendência como um sinal de um “bull market” (mercado com tendência de alta) em Wall Street.

O índice S&P 500 apresentou um aumento de 0,93%, atingindo 4.338,93 pontos, enquanto o Nasdaq obteve um ganho de 1,53%, chegando a 13.461,92 pontos. O Dow Jones também registrou um avanço de 0,56%, fechando em 34.066,33 pontos.

Veja também:
BDR de REITs: opção para investir no setor imobiliário dos EUA

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.