O mercado de crédito imobiliário no Brasil registrou um volume de R$ 11,4 bilhões em abril deste ano, provenientes das cadernetas do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). De acordo com informações divulgadas pela Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), esse valor representa uma queda significativa de 34,6% em relação ao mês de março.

No entanto, quando comparado ao mesmo período do ano anterior, o volume de crédito permaneceu praticamente estável, com uma leve diminuição de apenas 0,2%. Nos primeiros quatro meses de 2023, o montante financiado totalizou R$ 51,2 bilhões, apresentando uma redução de 2,7% em comparação ao mesmo intervalo de tempo em 2022.

Considerando os últimos 12 meses encerrados em abril, o valor acumulado de crédito imobiliário atingiu R$ 177,7 bilhões, representando uma queda de 10,3% em relação ao período anterior.

Em relação ao número de unidades financiadas, o SBPE contemplou a aquisição e construção de 41,6 mil imóveis no mês de abril. Comparado ao mês de março, observou-se uma diminuição de 27,7%. No entanto, em relação a abril de 2022, a queda foi menor, atingindo 8,4%.

No período de janeiro a abril deste ano, foram financiados 177,4 mil imóveis com recursos provenientes da poupança, representando uma queda de 19,9% em relação ao mesmo período de 2022.

Esses dados evidenciam um cenário de desaceleração no mercado de crédito imobiliário, com uma redução tanto no volume de financiamentos quanto no número de unidades financiadas.

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.