A companhia controladora do Banco Inter (INBR2), a Inter&Co, divulgou na manhã desta segunda-feira (8) que obteve um lucro de R$ 24,8 milhões no primeiro trimestre de 2023 (1T23).

A receita bruta do instituição financeira alcançou R$ 1,8 bilhão, o que representa um aumento de 40,5% em relação ao mesmo período do ano anterior. Outro destaque do Banco Inter no 1T23 foi o retorno sobre patrimônio líquido (ROE), que atingiu 1,4%, um aumento de 2,7 pontos percentuais em relação ao ano anterior. 

Além disso, a companhia superou a marca de 26,3 milhões de clientes nos três primeiros meses de 2023, o que representa um crescimento de 44% em relação ao mesmo período do ano anterior. 

“Acreditamos que o primeiro trimestre representa a colheita de resultados lucrativos de nossa base sólida e dita o alicerce para os próximos trimestres”, afirmou João Vitor Menin,  o CEO da Inter&Co, através de nota.

No final de março deste ano, o patrimônio líquido do Banco Inter alcançou R$ 7,1 bilhões, apresentando um aumento de 0,7% em relação ao trimestre anterior. Já os ativos totais do Banco Inter aumentaram 2,9% em relação ao trimestre anterior, chegando a R$ 47,7 bilhões no final de março de 2023. 

Carteira de crédito e despesas do Banco Inter

No primeiro trimestre deste ano, o Banco Inter registrou uma carteira de crédito bruta de R$ 25,1 bilhões, o que representa um aumento de 36% em relação aos R$ 18,5 bilhões do ano anterior e de 2% em relação ao trimestre anterior. 

As despesas com pessoal e administrativas totalizaram R$ 558 milhões, um aumento de R$ 36 milhões em comparação com o mesmo período do ano passado. 

O Banco Inter justifica esse aumento devido ao aumento do volume de operações, expansão dos serviços e produtos oferecidos, além do crescimento da base de clientes e colaboradores no primeiro trimestre de 2023.

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.