De acordo com informações divulgadas pelo Banco Central nesta quarta-feira (31), o Brasil apresentou um saldo negativo de 2,925 bilhões de dólares em seu fluxo cambial total até o dia 26 de maio. A movimentação foi impulsionada principalmente pelo canal financeiro. Vale ressaltar que esses dados são preliminares e fazem parte das estatísticas relacionadas ao câmbio contratado.

Por meio do canal financeiro, ocorreram saídas líquidas de 7,343 bilhões de dólares até o dia 26 de maio. Nesse canal, estão incluídos os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, as remessas de lucros e os pagamentos de juros, entre outras operações.

Já pelo canal comercial, o saldo até o dia 26 de maio foi positivo, alcançando 4,417 bilhões de dólares. No acumulado do ano até 26 de maio, o Brasil registrou um saldo positivo de 10,391 bilhões de dólares em seu fluxo cambial total.

O que é o fluxo cambial?

O fluxo cambial é uma medida que registra a entrada e saída de moeda estrangeira em um país durante um determinado período de tempo. Ele reflete as transações comerciais e financeiras, como exportações, importações, investimentos estrangeiros diretos, remessas de lucros e pagamento de juros, entre outras operações relacionadas ao câmbio.

O saldo do fluxo pode ser positivo, indicando entrada líquida de moeda estrangeira, ou negativo, indicando saída líquida.

Veja também:
Onde investir 50 mil? Veja opções rentáveis!

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.