O conselho de administração da Vulcabras (VULC3) aprovou, na última terça-feira (07), o pagamento de R$41 milhões em dividendos, o que equivale a R$0,15 por ação. 

O pagamento está agendado para o dia 29 de maio de 2024 e será baseado na posição acionária do dia 14 de maio. Após o dia 15 de maio, as ações serão negociadas “ex-dividendos”. Este é um incentivo para os acionistas, representando uma distribuição dos lucros da empresa.

Dividendos da Vulcabras (VULC3)

  • Valor total: R$ 41.083.500,00
  • Valor bruto por ação: R$ 0,15
  • Data de corte: 14 de maio de 2024
  • Data de pagamento: 29 de maio de 2024

A Vulcabras esclarece que os pagamentos relacionados às ações depositadas em instituições custodiadoras serão processados de acordo com os procedimentos dessas instituições.

O montante bruto dos dividendos intermediários será deduzido dos dividendos obrigatórios referentes ao exercício social que encerra em 31 de dezembro de 2024, sem sofrer atualização monetária.

Além disso, a empresa menciona que o valor bruto total dos dividendos pode ser ajustado devido ao programa de recompra de ações da companhia.

Em relação à oferta primária de ações realizada em fevereiro, a Vulcabras levantou R$501,3 milhões, com cada ação precificada a R$18,50. Foram vendidas 27,1 milhões de ações na oferta inicial, e o lote adicional de R$13,55 milhões de papéis foi totalmente comercializado. A operação foi conduzida pelo BTG Pactual, Itaú BBA, Santander Brasil e XP.

Os recursos provenientes da oferta serão utilizados para o pagamento dos dividendos declarados e para reforçar o caixa da empresa. Após a oferta pública, o capital social da Vulcabras aumentou para R$1,6 bilhão, dividido em 273.016.244 ações.

Gabryella Mendes

Redatora do Melhor Investimento.