A Binance, maior corretora de criptomoedas do mercado, e seu CEO, CZ Zhao, foram processados pela Comissão de Negociação de Contratos Futuros de Commodities (CFTC, na sigla em inglês) nesta segunda-feira (27). Após a acusação, as ações de empresas ligadas às criptos despencaram. Às 14h26, os papéis da Coinbase cotados na Nasdaq estavam operando em baixa de 10,35%, a US$ 60,81.

CZ e a Binance foram acusados de operar uma corretora de derivativos de ativos digitais ilegalmente. O regulador alega que a corretora não cumpriu com a obrigação de se registrar junto à CFTC. “Os réus supostamente optaram por desconsiderar conscientemente as disposições aplicáveis ​​do CEA (a regulação dos EUA para commodities) enquanto se engajavam em uma estratégia calculada de arbitragem regulatória para seu benefício comercial”, acusa a CFTC.

As denúncias afirmam que a Binance ofereceu tratamento privilegiado a certos clientes e os ensinou a contornar restrições específicas. Embora a empresa tenha proibido a negociação de derivativos para clientes nos Estados Unidos, ela supostamente explicou a alguns “VIPs” como burlar essas restrições usando aplicativos de mensagens que não são monitorados pelas autoridades americanas.

“A Binance instruiu os clientes dos EUA a fugir de tais controles usando VPNs para ocultar sua verdadeira localização”, alega a Comissão. “As VPNs têm o efeito de mascarar o verdadeiro endereço IP de um usuário da internet. O uso de VPN pelos clientes para acessar e negociar na plataforma da Binance tem sido um segredo aberto e a Binance sempre esteve ciente e incentivou o uso de VPNs por clientes dos EUA”.

O processo vai correr na Justiça Civil, com punições monetárias e uma proibição permanente para negociações e registros pela Binance. A corretora é acusada de ter realizado transações de derivativos de commodities para usuários nos Estados Unidos entre julho de 2019 e 2023, enquanto no país apenas a Binance US, braço norte-americano poderia captar clientes.

Sobre o processo, a Binance respondeu: “A reclamação apresentada pela CFTC é inesperada e decepcionante, pois trabalhamos em colaboração com a CFTC por mais de dois anos. No entanto, pretendemos continuar a colaborar com os reguladores nos EUA e em todo o mundo. O melhor caminho a seguir é proteger nossos usuários e colaborar com os reguladores para desenvolver um regime regulatório claro e criterioso”.

Impacto Binance no mercado

Na Nasdaq, a forte queda das ações da Binance estava impactando outras empresas de criptomoedas. A Marathon Digital também estava em queda, caindo 6,98%, e sendo negociada a US$ 7,26. A Riot Platforms também estava desvalorizando, caindo 5,45% e sendo negociada a US$ 8,16. 

Além disso, nesta segunda-feira, as criptomoedas também estavam tendo um desempenho ruim. O Bitcoin (BTC), que é a maior criptomoeda em valor de mercado, estava caindo 3,00%, sendo negociado a US$ 27.154,40. Já o Ethereum (ETH) apresentava uma queda um pouco maior, de 3,27%, sendo cotado a US$ 1.717,72.

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.