EDP Brasil (ENBR3) divulgou na noite de quarta-feira (3) seu balanço de resultados referentes ao primeiro trimestre deste ano, revelando um lucro líquido de R$ 486,8 milhões.

 Apesar de ser um valor expressivo, houve uma queda de 6,8% em comparação com o mesmo período do ano passado. A redução foi atribuída a um resultado financeiro mais negativo e maior depreciação e amortização.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) da EDP Brasil no período de janeiro a março foi de R$ 1,30 bilhão, alta de 3,3% em relação ao ano anterior. O desempenho positivo foi impulsionado pelos ativos de transmissão de energia.

Aumento nos investimentos da EDP Brasil

No 1T23, a EDP Brasil aumentou seus investimentos em 36,8% em comparação com o mesmo período do ano passado, totalizando R$ 606,9 milhões. A maior parte dos recursos foram destinados às distribuidoras do grupo e aos lotes de transmissão em construção.

O presidente-executivo da EDP Brasil, João Marques da Cruz, afirmou que os resultados trimestrais refletem a manutenção de bons resultados em prol da criação de valor e do equilíbrio na gestão do portfólio da empresa. Ele também destacou o compromisso da companhia em buscar a renovação não onerosa da concessão de distribuição no Espírito Santo, juntamente com projetos de impacto social.

A EDP Brasil é a concessionária capixaba e é a primeira na fila das próximas renovações de contratos de distribuição de energia a partir de 2025. Segundo o ministro de Minas e Energia, o processo de renovação deve incluir contrapartidas sociais por parte das empresas e uma proposta oficial será lançada em consulta pública nas próximas três semanas.

Veja também:

Bolsas europeias recuam com expectativa de aumento de juros pelo BCE
Arezzo (ARZZ3) divulga balanço do 1T23 com queda no lucro líquido

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.