Nesta segunda-feira (26), o Ibovespa encerrou o dia com queda, influenciado principalmente por ajustes em ações domésticas cíclicas. O principal indicador do mercado de ações brasileiro, registrou uma redução de 0,63%, chegando a 118.228,71 pontos, de acordo com dados preliminares. O volume financeiro negociado atingiu 17,4 bilhões de reais.

A queda ocorreu após o índice ter acumulado um ganho de quase 10% ao longo de junho, impulsionado em grande parte pelo influxo de capital estrangeiro para as ações brasileiras, que totalizou um saldo positivo de 6,87 bilhões de reais até o dia 22 do mês.

Como destaque positivo entre as empresas listadas na Bolsa de Valores, a Petrobras teve um desempenho de alta, fechando com cerca de 2% de alta.

Confira as maiores altas:

CÓDIGONOMEULTVAR
PETR4Petrobras PNR$ 30,842,25%
PETR3Petrobras ONR$ 34,561,95%
CIEL3Cielo ONR$ 4,701,51%
CSNA3CSN ONR$ 12,981,17%
GOAU4Metalúrgica Gerdau PNR$ 12,051,01%

E as maiores quedas do dia:

CÓDIGONOMEULTVAR
LWSA3Locaweb ONR$ 8,45-10,01%
CVCB3CVC ONR$ 3,49-7,92%
BRFS3BRF ONR$ 8,91-6,21%
PETZ3Petz ONR$ 6,64-6,08%
VIIA3Via ONR$ 2,24-5,88%

Além do desempenho Ibovespa, confira o fechamento do dólar

No fechamento do pregão de hoje (26), o valor do dólar registrou uma diminuição de 0,22%, sendo negociado a R$ 4,7667. A moeda dos Estados Unidos seguiu a tendência de queda dos juros futuros (DIs) e também perdeu força em relação ao real devido ao anúncio de uma grande captação de recursos da Petrobras (PETR4) no mercado internacional.

Além disso, o dólar foi influenciado negativamente pelas expectativas de desaceleração da inflação, conforme indicado no Boletim Focus, e pela antecipação da divulgação da ata da última reunião do Copom, prevista para quarta-feira (28).

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.