Ao final desta sexta-feira (28), o índice brasileiro fechou com leve alta, de mais 0,16%, aos 120,1 mil pontos. Dólar fecha a semana em queda de 0,58%, cotado a R$ 4,7312. Saiba mais

No encerramento desta sexta-feira (28), o principal índice da B3 apresentou um pequeno aumento de 0,16%, aos 120.187,11 pontos. Porém, não acompanhou o impulso de Nova York, onde os principais índices tiveram significativas elevações.

Em Nova York, a notícia relacionada ao índice de inflação preferido pelo Fed, o PCE, que se estabilizou, fortaleceu a perspectiva de que o banco central dos Estados Unidos poderá iniciar mudanças em suas políticas monetárias. No Brasil, embora a taxa de desemprego tenha recuado e o IGP-M tenha registrado uma nova deflação, o déficit primário do setor público ainda está gerando preocupações.

Na próxima semana, o Congresso e o Supremo Tribunal Federal retornarão às atividades, sendo o evento mais importante a reunião do Copom para determinar a taxa Selic.

Veja detalhes sobre a Bolsa nesta sexta-feira (28)

  • Máxima: 120.660,21
  • Mínima: 119.706,26
  • Volume: R$ 20,10 bilhões

Dólar

No encerramento desta sexta-feira (28), o dólar apresentou uma diminuição em seu valor, sendo este movimento também influenciado pelas repercussões dos dados mais recentes da inflação nos Estados Unidos.

Ao término da sessão, a moeda dos Estados Unidos registrou uma queda de 0,58% em relação ao real brasileiro, sendo cotada a R$ 4,7312. Durante o dia, chegou a atingir o valor mínimo de R$ 4,6960. Com o desempenho de hoje, o dólar acumula perdas ao longo do período analisado:

Veja detalhes sobre o fechamento do dólar

  • 1,03% na semana;
  • 1,20% no mês;
  • 10,36% no ano.

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.