A Petrobras (PETR3;PETR4) informou nesta segunda-feira (26) que sua subsidiária integral, Petrobras Global Finance (PGF), planeja lançar uma nova série de títulos no mercado internacional, sujeito às condições do mercado. A estatal afirmou que os títulos terão garantia total e incondicional da Petrobras.

De acordo com o Valor Econômico, estima-se que a empresa ofereça US$ 1,5 bilhão em notas com vencimento em 2033. A PGF pretende utilizar os recursos líquidos da venda dos títulos para fins corporativos gerais, incluindo o pagamento de dívidas existentes.

A operação será conduzida por BTG Pactual, Citigroup, Goldman Sachs, Itau BBA USA Securities, MUFG Securities America, Santander US Capital Markets, Scotia Capital e UBS Securities.

A escolha das instituições considerou diversos fatores, incluindo critérios de compromisso com a sustentabilidade alinhados com o atual Plano Estratégico 2023-2027 e sua revisão recente, afirmou a empresa.

Resultados Petrobras 1T23

Através de um comunicado enviado ao mercado, a Petrobras divulgou que obteve um lucro líquido de R$ 38,156 bilhões no primeiro trimestre de 2023. Esse valor representa uma queda de 14,4% em comparação com o mesmo período do ano anterior, quando a empresa registrou um ganho líquido de R$ 44,561 bilhões.

De acordo com a empresa, a receita total no primeiro trimestre de 2023 foi de R$ 139,068 bilhões, representando uma queda de 1,8% em relação ao ano anterior. A Petrobras explicou que essa redução na receita e no lucro foi motivada pela queda no preço do barril do petróleo do tipo Brent.

Anteriormente, a companhia havia anunciado a distribuição de R$ 24,7 bilhões em dividendos e juros sobre capital próprio para os acionistas.

No trimestre, a produção do pré-sal representou 77% da produção total da Petrobras. A empresa enfatizou o recorde de produção do FPSO Guanabara, localizado no campo de Mero, que alcançou a produção de 179 Mbpd de óleo em fevereiro.

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.