A Vibra (VBBR3) anunciou a aprovação de um programa de recompra de suas próprias ações. Com início em 10 de julho, o programa permitirá a compra de até R$ 1,2 bilhão em ativos e terá duração de até 18 meses.

Através de um comunicado enviado ao mercado, a Vibra informou que a criação do programa foi motivada pelo entendimento da empresa de que essa é “uma opção oportuna de alocação de capital”.

Sendo assim, o objetivo principal é adquirir ações ordinárias emitidas pela própria empresa, para mantê-las em tesouraria, cancelá-las ou aliená-las.

Logo, as ações recompradas e mantidas em tesouraria poderão ser usadas, a critério da administração, para atender a obrigações decorrentes de planos de ações destinados à retenção de executivos, conforme aprovado em assembleia geral e pelo Conselho de Administração.

Vale mencionar que a distribuidora de combustíveis já tem cerca de 3,65 milhões de ações em tesouraria, além das mais de 1 bilhão de ações que estão em circulação no mercado.

A companhia declarou que tem “uma posição de liquidez confortável com um controlado nível de alavancagem”, que possibilita a execução do programa.

“A execução desse programa de recompra não afetará a capacidade de pagamento da Vibra com relação às obrigações assumidas com seus credores, tampouco o pagamento de dividendos mínimos obrigatórios”, enfatizou.

Gabryella Mendes

Redatora do Melhor Investimento.