A Vale (VALE3) anunciou um acordo estratégico com a Komatsu e a Cummins visando o desenvolvimento de caminhões fora de estrada movidos por uma mistura de etanol e diesel. Este marco, conhecido como Programa Dual Fuel, representa um passo significativo na jornada de descarbonização da mineradora, que visa reduzir suas emissões de CO2. O objetivo final é atingir emissões líquidas de carbono zero até 2050.

Nos próximos dois anos, a parceria entre Vale, Komatsu e Cummins focará no desenvolvimento e teste de novos motores movidos a etanol e diesel. Esta tecnologia inovadora permitirá que os caminhões fora de estrada operem com até 70% de etanol na mistura de combustível, proporcionando uma redução substancial das emissões diretas de CO2, especialmente nas operações de mineração.

As operações de mina da Vale atualmente são responsáveis por uma significativa parcela das emissões diretas de CO2 da empresa. Com cerca de 450 caminhões fora de estrada em operação no Brasil, a transição gradual para o uso de etanol representa um avanço ambiental estratégico. O retrofit dos motores ocorrerá durante as paradas programadas para manutenção, minimizando os impactos operacionais.

A escolha pelo etanol como parte da solução se deve à sua ampla disponibilidade e infraestrutura estabelecida no Brasil. Com uma rede consolidada de fornecimento, o abastecimento dos caminhões adaptados será facilitado. Além disso, a tecnologia poderá ser aplicada nos caminhões existentes da frota da Vale, eliminando a necessidade de adquirir novos veículos, o que promove eficiência econômica e ambiental.

Embora os detalhes financeiros não tenham sido divulgados, o projeto Dual Fuel será parte dos investimentos anunciados pela Vale para reduzir suas emissões diretas e indiretas em 33% até 2030. Esta iniciativa faz parte de uma estratégia mais ampla para alcançar metas ambiciosas de sustentabilidade e descarbonização. O compromisso final da Vale é alcançar emissões líquidas de carbono zero até 2050, reafirmando seu papel como líder global em práticas ambientais responsáveis.

Julia Peres

Redatora do Melhor Investimento.