A Smart Fit (SMFT3) anunciou que distribuirá R$ 50 milhões em Juros sobre Capital Próprio (JCP), conforme informado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Sendo assim, o valor a ser distribuído será de R$ 0,0852889683 por ação, com a aplicação de uma retenção de 15% de Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF), de acordo com as normas legais em vigor, exceto para acionistas que são imunes e/ou isentos.

O JCP será pago em uma única parcela no dia 31 de julho de 2024. A data base para os acionistas terem direito ao JCP será 21 de junho de 2024, e a partir de 24 de junho de 2024, as ações serão negociadas ex-JCP.

Resultados da Smart Fit (SMFT3) no 1T24

A Smart Fit registrou um lucro líquido de R$ 110 milhões no primeiro trimestre de 2024 (1T24), representando um aumento de 5% em relação ao mesmo período do ano anterior.

A receita líquida da rede de academias atingiu R$ 1,260 bilhão em 1T24, 28% acima do registrado no 1T23.

Já o EBITDA (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) da Smart Fit foi de R$ 395 milhões no primeiro trimestre de 2024, um crescimento de 30% em comparação ao mesmo período do ano passado. A margem EBITDA aumentou 0,5 ponto percentual, alcançando 31,4% no 1T24.

A empresa atribuiu o resultado ao crescimento de 16% na base de alunos, totalizando 4,85 milhões de pessoas. O tíquete médio no período subiu 8%. Além disso, o número de academias da Smart Fit cresceu 19% em um ano, totalizando 1.469 unidades.

A geração de caixa operacional da empresa foi de R$ 259 milhões no primeiro trimestre, uma queda de 30% em comparação anual, impactada por uma variação negativa no capital de giro durante o período.

Até março deste ano, a dívida líquida da Smart Fit era de R$ 1,8 bilhão, um aumento de 24,5% em relação ao mesmo período de 2023.

Gabryella Mendes

Redatora do Melhor Investimento.