Nos primeros dias de maio, os investidores estrangeiros realizaram mais de R$ 1,5 bilhão em saques ações brasileiras da B3 e continuaram a vender no mercado secundário (ações já listadas).

Na quinta-feira da semana anterior, dia 4, os recursos externos foram retirados em um valor de R$ 527,99 milhões. Apesar de um dia de forte volatilidade, o Ibovespa conseguiu se manter firme e fechou com uma leve alta de 0,4%. Esse pregão foi influenciado pelos efeitos da “Super Quarta”.

Durante o dia de decisão de juros do Federal Reserve e do Comitê de Política Monetária (Copom), houve uma retirada de R$ 387,76 milhões. No entanto, essas três retiradas somadas ainda são menores do que o saque de R$ 1,294 bilhão registrado apenas no primeiro pregão de maio, na última terça-feira (2).

Assim, o saldo de capital externo no início de maio ficou negativo em R$ 2,21 bilhões, depois de abril ter interrompido dois meses de resultados negativos.

B3 hoje

Nesta segunda-feira (8), o índice mais importante da bolsa brasileira (Ibovespa) e o valor do dólar estão subindo.

Isso acontece porque as empresas que vendem commodities (matérias-primas, como minério de ferro e petróleo) estão indo bem, acompanhando o aumento dos preços desses produtos em outros países.

Ibovespa: alta de 0,90%, aos 106.096 pontos
Dólar: alta de 1,26%, a R$ 5,0555

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.