Os acionistas da Raízen (RAIZ4) decidiram em uma assembleia-geral extraordinária e ordinária (AGEO) realizada em 26 de julho que a empresa distribuirá nesta sexta-feira (4), o montante R$ 250 milhões em dividendos adicionais relativos ao exercício social encerrado em 31 de março deste ano.

Cada ação terá direito a receber R$ 0,02421061615 do valor.. Os investidores que possuírem ações em sua carteira em 26 de julho terão direito a receber esses créditos, e as ações negociadas a partir do dia seguinte, 27 de julho, serão consideradas ex-dividendos.

Raízen anuncia investimento de R$ 1,3 bilhão

A Raízen (RAIZ4) anunciou um investimento de R$ 1,3 bilhão para modernizar sua usina em Caarapó, Mato Grosso do Sul, com o objetivo de viabilizar a produção de etanol de segunda geração (E2G). O anúncio ocorreu durante o evento MS Day em São Paulo (SP), com a presença da diretoria da empresa, o governador do Estado de Mato Grosso, Eduardo Riedel, e o secretário da Semadesc, Jaime Verruck.

Em 2021, a Raízen adquiriu três usinas da Biosev (BSEV3) no Mato Grosso do Sul, localizadas em Rio Brilhante, Maracaju e Caarapó. Atualmente, a empresa possui 149 mil hectares de cana-de-açúcar plantados no Estado, com produção de 508 mil toneladas de açúcar e 398 mil litros de etanol de primeira geração por safra.

A expectativa é moer 10 milhões de toneladas neste ano, e o potencial de crescimento da produção da matéria-prima no Estado está entre 10% e 15%.

O investimento está alinhado com as metas do governo de Mato Grosso do Sul para a produção sustentável, visando gerar mais empregos e renda, além de ter um impacto positivo na redução das emissões de carbono. O Estado caminha rumo à neutralidade de carbono.

Veja também:
Agenda de dividendos: Tim, Santander, Petrobras e outras 10 empresas pagam proventos em agosto

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.