Em maio deste ano, a extração de petróleo e gás natural na área do pré-sal aumentou em 5,9%, atingindo mais de 3,2 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boe/d). A informação foi divulgada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), nesta segunda-feira (26).

Ainda de acordo com a ANP, a produção do pré-sal representou 77,78% do total de produção do Brasil no mês passado. Ao considerar apenas a extração de petróleo, houve um aumento de 5,9%, chegando a 2,5 milhões de barris por dia (bpd).

A produção de gás natural também teve um avanço, chegando a 109 milhões de metros cúbicos por dia (+5,9%). De acordo com a ANP, a produção da Petrobras permaneceu praticamente constante em maio, com 2,6 milhões de boe/d.

Companhias responsáveis pelo aumento na produção de petróleo e gás

O aumento da produção nacional de petróleo foi impulsionado pelo maior bombeamento nos campos de Sépia e Mero, que ocupam respectivamente o quarto e quinto lugar como maiores produtores. Esses campos sustentaram a produção de empresas como a TotalEnergies, uma petrolífera francesa, que ocupa a terceira posição no ranking das maiores petroleiras do Brasil.

A Petrobras, maior produtora do país, registrou uma produção de pouco mais de 2 milhões de barris por dia (bpd), apresentando queda em relação aos 2,18 milhões de bpd do mesmo mês do ano passado. Esses números consideram a produção total por consorciado, e não apenas como operadora.

Por sua vez, a Shell, segunda maior produtora de petróleo no Brasil, alcançou uma produção de 362,5 mil bpd, um avanço em relação aos 341 mil bpd registrados em abril do ano passado.

A TotalEnergies manteve-se em terceiro lugar na lista dos principais produtores de petróleo do país em abril, com uma produção de 112,3 mil bpd, em comparação aos 66,5 mil bpd do ano anterior.

Desde maio de 2022, a TotalEnergies ocupa a terceira posição no ranking, superando a empresa portuguesa Petrogal, que agora aparece na tabela da ANP com uma produção de 95,8 mil bpd, contra os 103,2 mil bpd do ano anterior.

A Petrogal possui uma participação de 10% no maior campo de petróleo do Brasil, Tupi, cuja produção diminuiu para 831,71 mil barris por dia (comparado aos 857,5 mil bpd em abril do ano passado). A Petrobras é a operadora desse ativo, com uma participação de 65%, enquanto a Shell detém os 25% restantes.

Veja também:

Gasolina e etanol terão aumento no preço a partir de julho

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.