Petrobras está em posição favorável para expandir seu portfólio devido à sólida geração de caixa e custos de produção reduzidos, de acordo com a avaliação do diretor financeiro (CFO) Sergio Caetano Leite. Em entrevista à Bloomberg News, ele afirmou que a empresa está pronta para dar um salto adiante neste momento.

Impulsionada pela resposta positiva à sua recente emissão de títulos, a Petrobras está considerando emitir mais dívidas ainda este ano e está preparada para adquirir novos ativos, após um extenso programa de desinvestimentos que durou quase uma década.

“Anteriormente, a Petrobras estava focada em desinvestimentos. Agora, a empresa mudou de perspectiva”, comentou Leite.

No entanto, de acordo com Sergio Caetano, a intenção não é endividar a petroleira por meio dessas aquisições em potencial. Os investimentos, fusões e aquisições devem ter uma estrutura de financiamento separada. As emissões subsequentes de títulos servirão para melhorar o perfil da dívida da empresa, destacou ele.

Emissão de títulos Petrobras supera expectativa

A Petrobras divulgou na última segunda-feira (4) a conclusão da emissão de títulos no valor de US$ 1,25 bilhão, superando as expectativas da estatal. Além de melhorar o perfil da dívida, o objetivo da operação era entender como a empresa estava sendo vista pelo mercado.

“O mercado está enxergando a Petrobras de forma muito positiva e segura, apesar dos rumores que sempre a cercam”, disse Sergio Caetano Leite, diretor financeiro e de relações com investidores, em entrevista ao Valor Econômico.

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.