A Nvidia (NVDC34) informou neste domingo (02) uma série de parcerias com desenvolvedoras de computadores para oferecer aos usuários soluções chamadas de AI factories (fábricas de inteligência artificial, em tradução livre).

Através dessas parcerias, a empresa poderá colaborar com clientes para criar uma espécie de data center dedicado à produção de soluções de IA generativa.

Entre as companhias de hardware que se juntam à Nvidia estão Gigabyte, AsRock Rack e Asus, todas atuantes no segmento de soluções para computação, especialmente em servidores. A ideia é que a Nvidia colabore com os clientes no desenvolvimento dessas “fábricas”, otimizando o processamento de IA generativa através da interação de seus produtos, como a nova linha de chips Blackwell, com os produtos dos parceiros.

“A próxima revolução industrial já começou. Empresas e países estão fazendo parcerias com a Nvidia para transformar os data centers tradicionais de trilhões de dólares em centros de computação acelerada e construir um novo tipo de data center – as fábricas de IA – para produzir uma nova commodity: inteligência artificial”, disse o CEO da empresa, Jensen Huang, no evento Computex.

De acordo com a Nvidia, essas soluções poderão ser acessadas por clientes de qualquer porte, desde aqueles que utilizam uma única GPU até os que necessitam de sistemas mais complexos.

“A Nvidia não é uma empresa de hardware, e sim uma empresa de soluções computacionais. As AI factories têm exatamente esse objetivo. Em vez de as empresas simplesmente comprarem equipamentos de computação, nós as ajudamos a planejar essa aquisição”, diz Marcio Aguiar, diretor da divisão de enterprise da Nvidia no Brasil.

Gabryella Mendes

Redatora do Melhor Investimento.