A Multiplan (MULT3) apresentou resultados melhores do que o previsto no segundo trimestre, de acordo com a avaliação da XP Investimentos. A empresa destacou o aumento das vendas, o crescimento dos aluguéis nas mesmas lojas, os ganhos de eficiência e a redução da alavancagem, o que abre caminho para a aceleração dos seus planos de expansão.

O analista Ygor Altero, em seu relatório, ressalta que o Ebitda atingiu R$ 369 milhões entre abril e junho, um aumento de 28% em relação ao mesmo período do ano anterior, superando suas estimativas em 7%. Esse desempenho é atribuído a menores despesas gerais e administrativas e a redução das despesas com propriedades (-10%), resultando em uma margem Ebitda de 73,5%. O FFO alcançou R$ 286 milhões (+24% em relação ao ano anterior), 7% acima das previsões da XP, com uma margem FFO de 57%.

A alavancagem financeira (dívida líquida/Ebitda) caiu para 1,40 vez, em comparação com 1,54 vez do primeiro trimestre, o que favorece os planos futuros de expansão da empresa.

As vendas dos lojistas totalizaram R$ 5,2 bilhões no segundo trimestre (+5,8% em relação ao ano anterior), considerado positivo dado o cenário desafiador do período. Isso representa um crescimento de cerca de 30% em relação a 2019.

As vendas em julho também apresentaram um aumento significativo (+10,9% em relação ao ano anterior), o que pode impulsionar o desempenho das vendas no terceiro trimestre.

Os setores de Serviços e Restaurantes tiveram um destaque significativo nas vendas das mesmas lojas, com crescimento de +14,2% e +7,4% em relação ao ano anterior, respectivamente. Além disso, a taxa de ocupação aumentou para 95,4%, com o Village Mall se destacando.

O relatório também menciona um recorde de turnover (4,8% da Área Bruta Locável total, alcançando 42 mil m²), com o Barra Shopping Sul sendo o destaque desse aumento, evidenciando a gestão ativa da Multiplan na composição de seus lojistas, o que pode beneficiar o crescimento das vendas e a ocupação.

A XP Investimentos destaca que o aluguel das mesmas lojas (SSR) apresentou um crescimento sólido, aumentando 9,4% em relação ao ano anterior, auxiliado por um ajuste do IGP-DI de 5,6%, apesar da inflação negativa do IGP-DI em 12 meses (-7,4% em junho), resultando em um crescimento real de 3,6% em relação ao ano anterior.

Com esses resultados, a receita de aluguel alcançou R$ 399 milhões (+6,4% em relação ao ano anterior), enquanto os custos de ocupação mantiveram-se em níveis saudáveis de 13,6% (+31 pontos-base em relação ao ano anterior). Além disso, a receita de estacionamento aumentou para R$ 72 milhões (+18% em relação ao ano anterior), impulsionada pelo crescimento do fluxo de veículos (+3,9%). No geral, a receita líquida atingiu R$ 502 milhões (+15%), superando as estimativas em 8%.

Diante disso, a XP Investimentos reiterou a Multiplan como a principal recomendação no setor, classificando-a como “compra” e estabelecendo um preço-alvo de R$ 33,00, o que representa um potencial de alta de 26,2% em relação ao fechamento da ação no pregão de quinta-feira (27).

Veja também:

Copel (COPL6) lança oferta pública de ações em busca de sua privatização

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.