A gigante rede de shopping centers Multiplan (MULT3) anunciou a conclusão da compra dos 9% restantes do shopping ParkJacarepaguá, localizado no RJ, passando a deter 100% da propriedade do empreendimento.

Para isso, a Multiplan investiu o valor total de R$ 66 milhões, com o seguinte cronograma de pagamento: R$ 40 milhões pagos à vista, e o saldo de R$ 26 milhões, ajustado pelo IPCA, será pago em duas parcelas: a primeira de R$ 16 milhões em 12 meses e a segunda de R$ 10 milhões em 18 meses.

O movimento estratégico segue o comunicado ao mercado divulgado em 2 de abril, onde a Multiplan já havia sinalizado sua intenção de aumentar sua participação no ParkJacarepaguá.

Resultados da Multiplan (MULT3) no 1T24

A Multiplan anunciou um lucro líquido de R$267 milhões no primeiro trimestre de 2024 (1T24), representando um aumento de 28,9% em comparação com o mesmo período de 2023.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda), alcançou R$390,8 milhões, registrando um crescimento de 9,3% em relação ao primeiro trimestre de 2023 (1T23). A margem Ebitda foi de 74,6%, apresentando uma queda de 1,21 pontos percentuais.

A receita líquida atingiu R$523,6 milhões no primeiro trimestre de 2024, registrando um crescimento de 11% em comparação com o mesmo período de 2023.

Já o Resultado Operacional Líquido (NOI) alcançou R$419,1 milhões no 1T24, representando um aumento de 4,1% em relação ao 1T23. A margem NOI foi de 90,7% no 1T24, marcando um aumento de 87 pontos base em comparação com o 1T23.

O fluxo de caixa operacional (FFO) totalizou R$327,5 milhões no 1T24, apresentando um avanço de 25,5% em relação ao ano anterior. A margem FFO atingiu 62,5% no trimestre, registrando um aumento de 7,19 pontos percentuais na comparação ano a ano.

As vendas nas mesmas lojas (SSS, na sigla em inglês) registraram um aumento de 10,6% no primeiro trimestre de 2024 (1T24) em comparação com o 1T23.

No 1T24, o aluguel nas mesmas lojas (SSR, na sigla em inglês) aumentou 3,2% em relação ao 1T23.

A Multiplan encerrou o 1T24 com uma posição de caixa de R$1,15 bilhão e uma dívida líquida de R$2,04 bilhões, representando uma queda de 2,1% em relação a dezembro de 2023.

Por fim, o indicador de alavancagem financeira, medido pela dívida líquida/Ebitda ajustado, ficou em 1,32 vez em março de 2023, registrando uma queda de 0,06 ponto percentual em relação ao mesmo período de 2022.

Gabryella Mendes

Redatora do Melhor Investimento.