MRV&Co, uma plataforma habitacional que engloba a MRV (MRVE3) e outras cinco marcas – Luggo, Sensia, Resia, Urba e Mundo da Casa – divulgou hoje, quinta-feira (6), que submeteu um pedido para realizar uma oferta pública primária de ações (follow-on), com um lote inicial de 58.640.000 papéis, e planeja definir o preço em 13 de julho.

A oferta poderá ser aumentada em até 33,3% para atender a possíveis demandas adicionais e, considerando o preço de fechamento das ações da construtora no dia anterior, que foi de R$ 12,79, a operação pode totalizar R$ 1 bilhão se forem incluídas as vendas de papéis adicionais.

A MRV&Co afirmou que pretende utilizar todos os recursos líquidos provenientes da oferta para aprimorar a estrutura de capital da empresa, focando exclusivamente em atividades de incorporação no Brasil. O follow-on será coordenado pelo BTG Pactual, Bradesco BBI, Itaú BBA e Santander Brasil.

O que é a oferta pública de ações (follow-on)?

No mundo dos investimentos, o termo “follow-on” é utilizado para se referir a uma oferta pública de ações realizada por uma empresa já listada na bolsa de valores. Essa oferta primária ocorre quando uma empresa emite novas ações e as disponibiliza para o público em geral, permitindo que investidores comprem esses papéis.

O follow-on difere de uma oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês), na qual uma empresa abre o capital pela primeira vez e emite ações para serem negociadas no mercado. No caso do follow-on, a empresa já é listada na bolsa de valores e está buscando captar recursos adicionais por meio da emissão de novas ações.

As novas ações podem ser oferecidas aos acionistas existentes da empresa (oferta primária) ou também podem ser disponibilizadas ao público em geral (oferta secundária), o que pode incluir novos investidores institucionais e pessoas físicas.

O objetivo do follow-on é geralmente levantar capital para financiar projetos de expansão, investimentos em infraestrutura, redução de dívidas ou para fortalecer o balanço patrimonial da empresa. Os coordenadores do follow-on são as instituições financeiras responsáveis por organizar e conduzir a operação, atuando como intermediários entre a empresa e os investidores.

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.