O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, anunciou nesta terça-feira (19) a intenção do governo de encaminhar uma proposta de taxação de dividendos ao Congresso Nacional ainda este ano (2024). 

Haddad afirmou que há uma disposição significativa por parte do Legislativo para discutir esse tema crucial para a economia do país.

Durante uma entrevista coletiva realizada após sair do ministério, Haddad também revelou que um projeto de lei sobre aplicações financeiras será submetido à Casa Civil amanhã. Essas medidas indicam um esforço do governo para abordar questões fiscais e econômicas de forma abrangente.

A taxação de dividendos tem sido um ponto de debate acalorado há muito tempo. A proposta visa tributar os lucros distribuídos aos acionistas das empresas, uma medida que pode ter impacto significativo nas finanças corporativas e pessoais.

O plano do governo de enviar essa proposta em 2024 reflete a urgência de reformas fiscais para equilibrar as contas públicas e promover o desenvolvimento econômico sustentável. Espera-se que o Congresso Nacional analise cuidadosamente a proposta, considerando seus potenciais efeitos sobre os investidores e a economia em geral.

Julia Peres

Redatora do Melhor Investimento.