O fundos imobiliários HGLG11 e GTLG11 fecharam um acordo no qual o HGLG11 se compromete a adquirir 4 ativos pelo valor total de R$ 1,378 bilhão. O anúncio foi feito pelo CGHG Logística nesta semana.

O saldo restante de R$ 799,377 milhões será pago posteriormente, sujeito ao cumprimento das condições previstas no acordo, e será acompanhado da assinatura definitiva das escrituras de aquisição dos imóveis.

Cerca de R$ 430 milhões serão pagos diretamente ao GTLG11, enquanto os outros R$ 370 milhões serão quitados por meio de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs). O fundo imobiliário HGLG11 assumirá responsabilidades de pagamento nessa operação de securitização, vinculada a uma parcela específica dos imóveis.

Parte do pagamento inicial ao GTLG11 foi usada para o pré-pagamento de 50% das obrigações lastreadas pelos CRIs, com uma taxa de desconto de 6,4%, totalizando R$ 360,32 milhões.

A partir de terça-feira, 26 de julho, o HGLG11 começou a receber 42% das receitas distribuíveis desses imóveis, cujo cálculo será realizado mensalmente pelo GTLG11. Após a quitação total do valor dos imóveis e a assinatura definitiva das escrituras, o fundo HGLG11 passará a ter direito a 100% dos aluguéis provenientes desses ativos.

Veja detalhes dos imóveis comprados pelo HGLG11

A compra do primeiro ativo, o Centro Logístico Embu (CLE), também prevê a aquisição pelo CGHG Logística das matrículas e outros direitos das unidades 1 a 31, 40 e 50 a 62 do imóvel situado na cidade de Embu das Artes-SP. A área bruta locável é de 66.521 m².

Quanto ao Distribution Center Rodoanel (DCR), o imóvel fica na cidade de Embu das Artes e conta com uma área bruta locável de 77.587 m². O Distribution Center Barueri (DCB), por sua vez, está na cidade de Barueri (SP), contando com uma área bruta locável de 90.484 m².

Por fim, a aquisição pelo HGLG11 do Distribution Center Cajamar (DCC) se refere às matrículas e demais direitos das unidades 8 a 22 do imóvel localizado na cidade de Cajamar-SP, com área bruta locável de 102.708 m². Nesse ativo está construída uma usina solar que pertence a CLERC Energia Empreendimentos (SPE).

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.