Em decisão tomada pelo seu conselho de administração na última semana, a TAESA (TAEE11) informou que vai distribuir um montante total de R$ 313.440.298,45 em proventos aos seus acionistas. Desse valor, R$ 216.247.975,15 serão destinados a título de juros sobre o capital próprio (JCP), enquanto R$ 97.192.323,30 serão pagos a título de dividendos intercalares.

Para os detentores de ações ordinárias (TAEE3) e preferenciais (TAEE4), o montante correspondente aos juros sobre o capital próprio (JCP) será de R$ 0,20 por ação, e para aqueles que possuem units (TAEE11), o valor será de R$ 0,62 por cada uma.

Já em relação aos dividendos intercalares, o valor será de R$ 0,09 por ação ordinária (ON) e por ação preferencial (PN) (TAEE4), e de R$ 0,28 por unit (TAEE11).

O pagamento dos proventos está programado para o dia 29 de agosto, contemplando os investidores que estiverem posicionados na base acionária até o fim do pregão desta segunda-feira, 7 de agosto.

Além disso, no mesmo dia, a empresa também vai realizar o pagamento dos dividendos mínimos obrigatórios remanescentes, aprovados em assembleia-geral ordinária (AGO) realizada em 27 de abril deste ano, no valor de R$ 26.048.121,95.

Vale destacar que a partir do pregão seguinte, em 8 de agosto, as ações e units da TAESA (TAEE11) passarão a ser negociadas “ex-dividendos e JCP“, ou seja, os investidores que comprarem esses ativos a partir dessa data não terão mais direito aos proventos anunciados.

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.