A Apple surpreendeu o mercado ao anunciar, nesta quinta-feira (4), lucro e receita acima do esperado durante o primeiro trimestre do ano, graças às vendas recordes do iPhone.

No segundo trimestre fiscal, encerrado em 1º de abril, a Apple divulgou um lucro líquido de US$ 24,16 bilhões, uma queda em relação aos US$ 25,01 bilhões registrados no mesmo período de 2023. A informação foi divulgada pela empresa em um comunicado oficial.

O lucro por ação de US$ 1,52 superou as expectativas dos analistas consultados pela FactSet, que esperavam US$ 1,43. Embora a receita tenha caído 2% na comparação anual, para US$ 94,836 bilhões, ainda superou a previsão do mercado de US$ 92,906 bilhões.

Durante o segundo trimestre fiscal, as vendas de iPhone da Apple aumentaram em 1,5%, atingindo o valor de US$ 51,3 bilhões. Esse número superou a estimativa de US$ 48,66 bilhões feita pelos especialistas da FactSet.

O CEO da Apple, Tim Cook, celebrou o recorde histórico em Serviços e um recorde trimestral de março para o iPhone, apesar do ambiente macroeconômico desafiador, e da base instalada de dispositivos ativos da empresa ter atingido um recorde histórico.

Após a divulgação do balanço, a ação da Apple subiu 0,92% no after hours da Nasdaq, em Nova York, indicando a reação positiva dos investidores.

Veja também:
Tesouro Nacional passará a emitir títulos em dólar no mercado internacional

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.