A empresa Taesa (TAEE11) comunicou nesta quarta-feira (2) a aprovação da distribuição de R$ 313 milhões em proventos aos acionistas na forma de dividendos e juros sobre o capital próprio (JCP).

Do montante total, R$ 216 milhões serão pagos em JCP e R$ 97 milhões em dividendos. Cada ação ordinária e preferencial receberá R$ 0,30 em proventos, enquanto cada unit receberá R$ 0,90.

O pagamento dos proventos ocorrerá no dia 29 de agosto de 2023, considerando a posição acionária registrada no dia 7 de agosto.

A partir do dia 8 de agosto de 2023, as ações e units da Taesa serão negociadas na B3 sem o direito aos dividendos e JCP, ou seja, serão negociadas “ex-dividendos e JCP”.

Além disso, a administração da empresa determinou que no dia 29 de agosto serão efetuados os pagamentos dos dividendos mínimos obrigatórios restantes, que foram aprovados durante a Assembleia Geral Ordinária realizada em 27 de abril de 2023, totalizando R$ 26.048.121,95.

Na véspera, a empresa de transmissão de energia anunciou que obteve um lucro líquido regulatório de R$ 246,4 milhões no segundo trimestre deste ano, o que representa um aumento de 73,9% em relação ao mesmo período de 2022. No acumulado até junho, o lucro regulatório da empresa atingiu R$ 461,8 milhões, o que corresponde a um aumento de 60,4%.

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.