A Petrobras (PETR4) está considerando a possibilidade de adquirir a participação da Novonor na Braskem (BRKM5), caso não haja interessados, e posteriormente buscar um parceiro para o ativo, afirmou o CEO Jean Paul Prates.

A Novonor tem enfrentado dificuldades para vender sua participação na petroquímica Braskem, sem sucesso até o momento. Recentemente, o grupo de Abu Dhabi Adnoc desistiu das negociações após uma oferta não vinculante de 10,5 bilhões de reais.

Declarações do CEO Jean Paul Prates

Jean Paul Prates destacou que a Petrobras pode considerar a aquisição da participação da Novonor na Braskem caso não haja comprador, e depois buscar um sócio para o ativo. Ele também mencionou a possibilidade de participar do processo de venda, mas não exercer a opção final se as condições não forem satisfatórias.

“Não havendo comprador, a gente pode até eventualmente fazer a aquisição e sair de novo, fazer um ‘farm out’ de participação nós mesmos”, disse Prates.

“Ou podemos obviamente assistir todo esse processo (de venda), participar dele, e não exercer a opção ao final em função do sócio ser adequado e das proporções e dos acordos serem satisfatórios para nós.”

A Petrobras emitiu um comunicado afirmando que ainda não tomou nenhuma decisão em relação à Braskem. Incluindo o exercício do direito de preferência, tag along ou compra da parte da Novonor na companhia.

Detalhes sobre a participação da Petrobras na Braskem

Atualmente, a Petrobras detém 36,1% do capital total da Braskem e 47% do capital votante, enquanto a Novonor possui 50,1% do capital votante e 38,3% do capital total.

Gabryella Mendes

Redatora do Melhor Investimento.