Segundo apurou a CNBC, o JPMorgan está atualmente desenvolvendo um software de computação em nuvem que utiliza inteligência artificial, semelhante ao ChatGPT, para auxiliar na seleção de investimentos para seus clientes.

O banco já solicitou o registro da marca para seu IndexGPT, conforme informado pela mídia americana. Essa ferramenta analisará e selecionará ativos com base nas necessidades e preferências específicas dos investidores individuais.

Embora o JPMorgan esteja avançando nesse campo, é importante ressaltar que eles não são o primeiro banco a utilizar inteligência artificial na construção de carteiras de investimento. 

Tanto o Goldman Sachs quanto o Morgan Stanley já estão utilizando tecnologia semelhante para fins internos, de acordo com a CNBC. No entanto, nenhum desses bancos buscou o registro de marca para suas ferramentas, ao contrário do JPMorgan.

O desenvolvimento do software de computação em nuvem marca um passo inovador para o JPMorgan, que busca aprimorar seu processo de seleção de investimentos por meio da utilização de IA. Ao criar o IndexGPT, o banco está aproveitando tecnologia avançada para fornecer recomendações de investimento personalizadas com base nos requisitos individuais dos clientes.

Veja também:
Como montar uma carteira de dividendos e aumentar seus rendimentos

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.