A Bolsa de Valores  encerrou o pregão desta segunda-feira (24) em baixa, pressionada pela queda nos papéis relacionados às commodities metálicas. A tendência foi vista também no mercado internacional de minério de ferro. 

No entanto, o desempenho positivo das ações da Petrobras ajudou a minimizar as perdas. A queda foi de 0,40%, com o índice Ibovespa atingindo 103.947 pontos.

Papéis ligados ao minério de ferro

Nesta segunda-feira, os papéis relacionados às commodities metálicas encerraram o pregão em baixa, exercendo pressão sobre o desempenho do índice Ibovespa.

Com a queda do minério de ferro negociado na China, as ações da Vale ON apresentaram uma queda de 3,62%, enquanto as ações da CSN ON registraram uma queda de 3,30%. 

A Usiminas PN teve uma leve queda de 0,84%, seguida da Gerdau PN, que caiu 2,90%. Já a CSN Mineração teve a maior queda, com um recuo de 5,36%. Em contrapartida, as ações da Petrobras ON e Petrobras PN apresentaram alta de 1,54% e 1,91%, respectivamente.

Dólar apresentou queda, em consonância com o mercado internacional

O dólar encerrou o dia em baixa, seguindo a tendência do mercado internacional. A moeda norte-americana se desvalorizou em relação a divisas fortes e a alguns pares do real, refletindo o movimento do câmbio.

Por volta das 17h no horário de Brasília, o dólar registrou uma queda de 0,35%, sendo negociado a R$ 5,0409 e atingindo a mínima de R$ 5,0375. 

Enquanto isso, o índice DXY, que avalia o desempenho do dólar em relação a uma cesta de moedas fortes, apresentou uma queda de 0,45%, atingindo 101,37 pontos.

Veja também:
Argentina: seca histórica eleva preço do dólar e põe país em alerta

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.