A empresa de autopeças Frasle Mobility (FRAS3) anunciou nesta segunda-feira (24) que suas subsidiárias no México e nos Estados Unidos compraram um conjunto de ativos do mexicano Grupo Kuo por R$ 2,1 bilhões.

Nesse cenário, a aquisição inclui 100% das ações da Dacomsa e, indiretamente por meio da Dacomsa, 99,9% da Kuo Motor e 100% da Fritec, fora “outros ativos tangíveis e intangíveis relacionados aos negócios das empresas adquiridas”, conforme comunicado ao mercado.

Vale enfatizar que a Dacomsa é uma das principais distribuidoras de peças de reposição no México, com amplo acesso aos canais e principais agentes do setor no país, segundo a Frasle.

No ano de 2023, as empresas adquiridas pelas subsidiárias da Frasle geraram aproximadamente R$ 1,4 bilhão em receita líquida, segundo a companhia.

Desempenho da Frasle (FRAS3) no 1T24

A Frasle apresentou resultados neutros no primeiro trimestre de 2024 (1T24), conforme divulgado no balanço da empresa. O segmento de Aftermarket, que abrange vendas para distribuidoras, lojas e oficinas e representa 87% da receita total da companhia, registrou uma redução anual de -1,3% na receita.

Durante o trimestre, as despesas aumentaram em 16%, devido aos desembolsos relacionados a fusões e aquisições (M&A) e à provisão de uma das controladas.

Como resultado, o Ebitda totalizou R$ 154 milhões no 1T24, uma queda de 13% em comparação com o mesmo período do ano anterior. A margem Ebitda fechou o trimestre em 18,3%, uma redução de 2,8 pontos percentuais.

Diferente do 1T23, a companhia reportou um resultado financeiro positivo de R$ 51,4 milhões no 1T24, devido às maiores receitas com a variação cambial e aos rendimentos das aplicações financeiras, decorrentes de uma maior disponibilidade de caixa.

Com o impacto positivo do resultado financeiro, o lucro líquido da Frasle foi de R$ 109 milhões, um aumento de 33% em relação ao ano anterior.

Por fim, a Frasle encerrou o trimestre com uma dívida líquida de R$ 95 milhões, representando zero alavancagem.

Gabryella Mendes

Redatora do Melhor Investimento.