A empresa Metropolitana de Águas e Energia Emae (EMAE4) divulgou, na última semana, que o leilão para a privatização da companhia já tem uma data agendada: 19 de abril.

Além disso, a Emae também anunciou que o  preço mínimo estipulado por ação da empresa é de 52,85 reais, conforme especificado no edital divulgado pelo governo do Estado de São Paulo.

O vencedor da disputa será determinado pelo maior lance oferecido pelo lote único de ações da empresa.

Sobre a Emae (EMAE4)

A empresa é uma sociedade anônima de capital aberto controlada pelo estado de São Paulo, especializada no setor de geração de energia hidrelétrica. Além disso, a Emae é responsável pela operação do Canal Pinheiros e de reservatórios situados na região metropolitana de São Paulo.

De acordo com informações divulgadas pelo governo Tarcísio de Freitas, a empresa possui um valor de mercado estimado em R$ 2,3 bilhões.

Por que as privatizações acontecem?

Primeiro, é importante explicar que privatização de estatais é o processo de venda de uma empresa ou instituição pública para a iniciativa privada.

Logo, quando uma empresa estatal é adquirida por um novo proprietário, este assume o controle da prestação dos serviços que antes eram fornecidos pela empresa, com a responsabilidadede manter o complexo industrial e a produção em funcionamento, continuando a servir ao propósito social para o qual eram destinados quando a empresa era estatal.

Essa continuidade assegura que os serviços essenciais e as operações industriais continuem a beneficiar a sociedade da mesma forma que antes, garantindo o cumprimento das responsabilidades sociais e econômicas da empresa.

Mas afinal, por que as privações acontecem? O objetivo principal é desmonopolizar setores específicos, reduzindo a intervenção do Estado no mercado. Dessa maneira, ao privatizar uma empresa estatal, busca-se aumentar a competição e dinamizar a economia, uma vez que a ausência de monopólio estatal permite uma maior diversidade de atores no mercado.

Isso pode trazer benefícios tanto para as empresas quanto para os consumidores, estimulando a inovação e a melhoria dos serviços. Além disso, o processo visa aumentar a produtividade das empresas, o que, por sua vez, pode resultar em benefícios para a população em geral.

Gabryella Mendes

Redatora do Melhor Investimento.