A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) autorizou a B3 (B3SA3), a bolsa de valores brasileira, a adquirir a Neurotech, uma empresa especializada em inteligência artificial (IA) e Big Data. 

Com um investimento de R$ 1,142 bilhão, a transação deverá contribuir para a expansão dos negócios da B3 no mercado financeiro.

De acordo com comunicado divulgado, o negócio envolve R$ 569 milhões no fechamento da transação, além de R$ 50 milhões para cumprimento de obrigações de indenização. 

Também há uma cláusula contratual que prevê o pagamento de R$ 523 milhões, condicionado ao cumprimento de metas de desempenho até o ano de 2026.

A B3 afirmou que a compra da Neurotech possibilitará a melhoria de sua linha de produtos e serviços, bem como o oferecimento de soluções mais avançadas em áreas como gestão de riscos, prevenção a fraudes e análise de dados.

Em 2022, a B3 já havia comunicado a transação. Agora, com a aprovação da CVM a expectativa é que ela seja finalizada nos próximos meses.

Sobre a Neurotech

Especializada em soluções de Inteligência Artificial (IA) e Big Data para o setor financeiro, a Neurotech possui uma vasta carteira de clientes, composta por bancos, seguradoras, empresas de cartões de crédito e corretoras. 

Por meio dessa aquisição, a B3 pretende expandir ainda mais sua presença no mercado financeiro, além de oferecer soluções mais avançadas para sua clientela.

No entanto, a Neurotech permanecerá operando de forma independente. O acordo é para que a empresa atue como uma subsidiária da B3, mantendo sua equipe e operações e sendo liderada por seus atuais executivos.

Veja também:
B3 e Dow Jones lançam dois novos índices de debêntures

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.