O grupo francês Casino, que detém a principal participação acionária no GPA (PCAR3), divulgou uma atualização sobre suas estratégias, mencionando a possibilidade de incluir a rede de supermercados como uma empresa a ser vendida como parte de seus ativos.

As vendas devem alcançar 200 milhões de euros, podendo envolver tanto o GPA quanto o Éxito. Além disso, o Casino busca aumentar sua liquidez levantando uma quantia de 900 milhões de euros até 2025.

Em um comunicado relevante, o Pão de Açúcar comentou sobre o anúncio do Casino de venda de ativos considerados “não essenciais”.

“A empresa não tem informações sobre a potencial venda de suas ações pelo controlador, e, por esse motivo, solicitou esclarecimentos hoje. Manteremos o mercado informado assim que tivermos mais detalhes”, diz o documento.

Conforme indicado pelo documento do grupo francês, uma possível venda do GPA pelo Casino ocorreria em 2024 e incluiria também o Éxito e a GreenYellow. Além disso, outras vendas de propriedades imobiliárias também seriam realizadas, totalizando uma quantia de 200 milhões de euros em vendas de ativos.

A meta do grupo é encerrar o ano de 2024 com um Ebitda ajustado de 439 milhões de euros e um fluxo de caixa livre antes de juros negativo de 287 milhões de euros, incluindo 1 bilhão de euros provenientes das alienações de ativos para 2023.

Além do GPA, Casino quer vender fatia do Assaí

Na semana passada, o Grupo Casino, que também é detentor de 11,7% das ações do Assaí (ASAI3) anunciou que venderá sua participação restante na empresa atacadista. Através de comunicado, o Casino informou que iniciou a venda de aproximadamente 157,6 milhões de ações do Assaí, no valor de R$ 2,11 bilhões.

É importante ressaltar que a participação detida pelo Casino é a maior de um único acionista, de acordo com a atual estrutura acionária do Assaí. Os demais acionistas são a Orbis Invest, a Conifer e a BlackRock, cada um com cerca de 5% das ações, enquanto 70% estão em livre circulação.

A venda pelo Casino segue o padrão de redução de participação do grupo, que já havia anunciado a venda de 18,8% das ações da rede em março, por R$ 3,79 bilhões, e outra venda de aproximadamente 10% do capital social da empresa em novembro de 2022.

Além disso, em maio, os franceses anunciaram a busca de um acordo com seus credores para renegociar uma dívida de € 6,4 bilhões (R$ 33,4 bilhões) e mencionaram a ativação de mecanismos para preservar a liquidez da empresa. Essa conciliação com os credores do Casino deve ocorrer até o final de outubro.

Assim, a redução da participação do Casino no Assaí já era esperada pelo mercado, e agora o grupo amplia sua lista de ativos à venda junto ao GPA.

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.