De acordo com um estudo desenvolvido pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), em parceria com a Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove), o Produto Interno Bruto (PIB) da cadeia produtiva da soja e do biodiesel totalizou R$ 673,7 bilhões em 2022. 

Com o resultado, os setores de soja e biodiesel responderam por cerca de 27% de todo o PIB do agronegócio nacional. Há 12 anos, a participação era de 9%.

De 2010 até o ano passado, o PIB da cadeia de soja e biodiesel  expandiu 58%, enquanto no mesmo período, o agronegócio cresceu 8% e a economia 12%.

Comércio exterior de soja

Nos últimos dez anos, o complexo de soja apresentou uma tendência de crescimento nas exportações. Apesar de algumas flutuações, a receita alcançou um novo recorde em 2022, atingindo a marca de US$ 61,3 bilhões, o que corresponde a 38% das exportações do setor agropecuário.

A China tem sido o principal destino das exportações do complexo, absorvendo mais da metade do valor exportado desde 2013 (52,61% em 2022). No entanto, desde 2019, a participação do país tem diminuído devido ao aumento das importações do Sudeste Asiático, África e Oriente Médio.

Além da China, outros grupos de países se destacaram como destinos em 2022, incluindo a União Europeia (14,51%), Sudeste Asiático (10,09%), Oriente Médio (7,49%), Leste Asiático (3,58%), África (1,76%) e América do Norte (0,75%). Os demais países tiveram uma participação conjunta de 9,21%.

Embora o complexo tenha um grande destaque em exportações e saldo comercial, a maior parte do volume produzido é consumido no mercado interno. Em 2022, a relação exportação/produção foi de 61% para a soja em grão, 53% para o farelo de soja e 26% para o óleo de soja.

Veja também:
Número de investidores em produtos ligados ao agronegócio quase dobra em 2022, diz B3

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.