A controladora da TIM Brasil, a TIM (TIMS3), planeja oferecer debêntures no valor total de R$ 4,25 bilhões, conforme comunicado aos acionistas divulgado hoje. De acordo com a empresa, nesta quinta-feira (13) foi submetido à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) o pedido de registro automático para oferta pública de distribuição.

A oferta de debêntures da TIM consistirá em 4,25 milhões de títulos simples, não conversíveis em ações, todos nominativos e escriturais, com garantia real, em uma única série, da primeira emissão.

De acordo com o cronograma da oferta, o início está previsto para 27 de julho. A liquidação financeira das debêntures ocorrerá em 31 de julho. A Fitch Ratings, agência especializada em classificação de risco, atribuiu à emissão a classificação definitiva de risco “AAA” para a empresa desde novembro de 2022.

“Essa classificação reflete a sólida posição de negócios da empresa, sustentada por sua participação significativa no mercado brasileiro de telefonia móvel e por indicadores de crédito conservadores, como baixo endividamento e alta liquidez. A classificação também considera a expectativa de que a TIM apresentará fluxos de caixa operacionais sólidos, impulsionados pelo crescimento da base de clientes pós-pagos e da receita média por usuário”, afirma a agência.

A Fitch também destaca que a empresa está bem preparada para enfrentar o setor de telecomunicações competitivo e regulamentado, que é intensivo em capital e está sujeito a rápidas mudanças tecnológicas.

Anteriormente, a tim havia antecipado o pagamento de juros sobre capital próprio. Leia na íntegra clicando aqui.

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.