A Petrobras (PETR4) enfrenta uma reviravolta nos mercados financeiros globais, ao ser foi removida da lista das maiores empresas em pagamentos de dividendos, conforme divulgado pelo Índice Global de Dividendos da gestora Janus Henderson

Essa mudança surge em meio ao anúncio recente da estatal de petróleo de que não haverá mais distribuição de dividendos extraordinários, gerando repercussões significativas nos últimos dias. 

Nesta semana, a Petrobras sofreu com uma queda de mais de 10% no preço de seus ativos, levando a uma perda de valor de mercado superior a R$ 50 bilhões. Essa reviravolta coloca a empresa em uma posição desafiadora no cenário global de pagadoras de dividendos.

Em 2022, a Petrobras (PETR4) havia se destacado como a segunda maior pagadora global, com um pagamento total de proventos alcançando a marca de US$ 21,7 bilhões, ficando atrás apenas da mineradora australiana BHP. 

Contudo, em 2023, a registrou uma redução significativa em seus dividendos, totalizando cerca de US$ 10 bilhões a menos do que o montante distribuído no ano anterior. 

Top 10 das empresas que mais pagaram dividendos no mundo 

As dez empresas que se destacaram como as maiores pagadoras de dividendos globalmente em 2023, de acordo com a 41ª edição do Índice Global de Dividendos da Janus Henderson:

PosiçãoEmpresaValor dos dividendos em US$SetorPaís
1Microsoft20,74TecnologiaEUA
2Apple14,9TecnologiaEUA
3Exxon Mobil14,79Petróleo e gásEUA
4China Construction Bank12,99FinanceiroChina
5Petrochina12,75Petróleo e gásChina
6BHP12,3Materiais básicosAustralia
7China Mobile12,14Comunicação e mídiaHong Kong
8Johnson & Johnson11,99Cuidados com a saúde e farmáciaEUA
9JP Morgan Chase11,81FinanceiroEUA
10A.P Moller – Maersk11,73FinanceiroDinamarca

Lucas Machado

Redator do Melhor Investimento e estudante de Psicologia, com mais de dois anos de experiência em redação de artigos relacionados aos mais variados assuntos e campos do saber.