De acordo com informações do jornal O Globo, a Petrobras (PETR3 e PETR4) efetuará o pagamento de R$ 138,06 milhões em dividendos aos detentores de três séries da sexta emissão de debêntures nesta segunda-feira (17).

Os títulos foram adquiridos em 15 de janeiro de 2019 e o pagamento será intermediado pelo Citibank. É importante ressaltar que os dividendos estão sujeitos à retenção de Imposto de Renda (IR) na fonte, conforme a legislação aplicável a investimentos financeiros de renda fixa.

O que são os debêntures?

A atratividade das debêntures para os investidores reside na previsibilidade do retorno e nos rendimentos mais interessantes que elas oferecem, além da oportunidade de receber pagamentos periódicos de juros e amortizações. Além disso, as debêntures representam uma maneira de diversificar a carteira de investimentos.

Em essência, as debêntures são um tipo de investimento em renda fixa no qual o investidor empresta dinheiro para uma empresa pública ou privada de grande porte. O investidor fornece um montante à empresa, que o investe e devolve o capital acrescido de juros dentro do prazo acordado.

Como isso funciona?

Geralmente, as empresas precisam obter recursos para financiar dívidas e investimentos. Nesse momento, as instituições financeiras, como grandes bancos ou corretoras, entram em cena e distribuem essas dívidas no mercado em busca de potenciais investidores.

Uma vez encontrados, os investidores adquirem as debêntures emitidas e estabelecem um prazo para resgatar o valor investido, acrescido dos juros, que geralmente são mais altos do que os oferecidos por títulos de instituições financeiras. A lógica é similar à de um Certificado de Depósito Bancário (CDB), com a diferença de que os CDBs são emitidos por bancos, enquanto as debêntures são emitidas por empresas diversas.

Veja também:
Petrobras bate recordes de produção de gasolina e diesel S10 em junho

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.