A companhia de energia elétrica Light (LIGT3) divulgou na noite desta terça-feira (28) o balanço financeiro com resultados de 2022. Segundo o documento, a empresa encerrou o ano  com um prejuízo líquido de R$ 5,67 bilhões  ante lucro de cerca de R$ 400 milhões em 2021.

Através do comunicado, a Light reconheceu que está em “situação operacional e financeira complexa”, causada principalmente pelo elevado endividamento, geração de caixa insuficiente para honrar compromissos e alto índice de furtos de energia, que de acordo com a companhia,  reduziram a sua receita.

Em 2022, o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) da empresa foi negativo em R$ 1,18 bilhão, revertendo a cifra positiva de R$ 1,82 bilhão de um ano antes, em função de provisões para devolução de créditos fiscais

A empresa informou que está planejando uma estratégia para manter suas operações até que seu contrato de distribuição, que termina em 2026, seja renovado. Segundo o presidente-executivo da Light, Octaviano Pereira Lopes, a ideia é antecipar o processo de renovação da concessão. 

“Nós iniciamos discussões com a Aneel e o Ministério de Minas e Energia em busca da renovação antecipada em bases que garantam a sustentabilidade da concessão e do nosso negócio. A renovação precisa levar em consideração as particularidades do Rio de Janeiro, especialmente em relação às perdas não técnicas em áreas de severa restrição operacional e a altíssima reincidência no furto de energia e inadimplência em áreas convencionais”, disse Octaviano.

Ações da Light caíram após a divulgação do balanço

Após o balanço, as ações da distribuidora de energia do Rio de Janeiro caíram forte; às 10h39 (horário de Brasília) de quarta-feira (29), a baixa era de 10,73%, a R$ 2,08.

A Light está buscando estratégias para manter suas operações enquanto aguarda a renovação da concessão. As iniciativas  incluem a venda de ativos, prorrogação de prazos de pagamento e captações de recursos, além de redução de investimentos e atuação no âmbito regulatório e jurídico.

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.