O prazo para entrega da declaração de Imposto de Renda iniciou nesta quarta-feira (15) e, conforme informado pela Receita Federal, mais de 1 milhão de declarações foram entregues até às 17h. Número de envios no primeiro dia já é o maior em pelo menos 6 anos.

Foram, ao todo, 1.050.123 declarações, sendo 302 mil só na primeira hora – número 30% maior que o de 2022.

Em 2023, o prazo de entrega da declaração mudou. Começou às 9h desta quarta-feira (15) e vai até as 23h59min59s de 31 de maio.

A Receita Federal também informou que 622.920 contribuintes optaram por usar a Declaração Pré-preenchida. Desse total, 273.890 usaram o aplicativo Meu Imposto de Renda. Outras 349.030 utilizaram o Programa Gerador de Declaração (PGD)

 A expectativa é que sejam recebidas entre 38,5 milhões e 39,5 milhões de declarações em 2023.

Falha no envio atrapalhou contribuintes

O envio da DIRF 2023 apresentou instabilidade poucos minutos depois do início do prazo para prestar contas à Receita Federal e foi motivo de reclamações de contribuintes nas redes sociais.

Quem tentou entrar no aplicativo Meu Imposto de Renda pouco após às 9h, deparou-se com a seguinte mensagem: “Estamos em manutenção. Voltaremos em breve e você poderá fazer sua declaração IRPF de 2023”.

Procurada, a Receita informou que a “situação é transitória e já está sendo solucionada”, entretanto não deu previsão de horário para normalização do serviço.

Investiu em ações? Saiba como declará-las no seu Imposto de Renda em 2023

Últimas notícias:
– Investimentos em renda fixa crescem após alta dos juros
– Valores a receber: BC afirma que ainda há mais de R$ 6 bilhões a serem devolvidos
– China: melhora na atividade industrial e varejista indica recuperação econômica gradual

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.