A gigante do setor de energia elétrica Eletrobras (ELET3) divulgou, na manhã desta quarta-feira (14), o balanço do resultados obtidos no último trimestre de 2023 (4T23), onde a empresa registrou lucro líquido consolidado de R$893 milhões, revertendo o prejuízo líquido de R$479 milhões apresentado no mesmo período de 2022.

Em relação ao lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda) ajustado, o valor atingido foi de R$3,840 bilhões, representando uma queda de 16% em relação ao 4T22. 

Por sua vez, o Ebitda regulatório recorrente atingiu R$5,642 bilhões, demonstrando um aumento de 5% em comparação com o mesmo trimestre do ano anterior.

Já a receita líquida da Eletrobras no 4T23 alcançou R$9,922 bilhões, refletindo um crescimento de 10% em relação ao mesmo período de 2022, impulsionada pelo aumento das receitas de transmissão.

O resultado financeiro líquido foi negativo em R$2,527 bilhões no 4T23, apresentando um aumento de 51% nas perdas financeiras em comparação com o último trimestre de 2022.

De outubro a dezembro de 2023, os investimentos da Eletrobras totalizaram R$4,632 bilhões, um montante 148% superior ao trimestre anterior.

Até o dia 31 de dezembro de 2023, a dívida líquida da empresa era de R$41,763 bilhões, representando um aumento de 6,8% em comparação com setembro do mesmo ano.

Por fim, o indicador de alavancagem financeira, medido pela relação entre dívida líquida e Ebitda ajustado, ficou em 2,2 pontos percentuais (p.p.) em dezembro de 2023, apresentando uma queda de p.p. em relação ao mesmo período de 2022.

Gabryella Mendes

Redatora do Melhor Investimento.