A ConocoPhillips concordou com a compra da Marathon Oil em um acordo de ações, avaliando a empresa em cerca de US$ 17 bilhões, expandindo uma onda de aquisições na indústria de petróleo e gás dos Estados Unidos.

O negócio amplia a presença da ConocoPhillips nos campos de xisto nos EUA, do Texas ao Dakota do Norte, e incorpora reservas da empresa em locais tão diversos quanto a Guiné Equatorial. Avaliado em um valor empresarial de US$ 22,5 bilhões, o acordo representa um prêmio de 14,7% sobre o último preço de fechamento das ações da Marathon, conforme anunciado nesta quarta-feira (29).

Juntando-se a outros grandes perfuradores, a ConocoPhillips busca crescimento através de aquisições. Recentemente, a Exxon Mobil consolidou sua posição na Bacia do Permiano com um acordo de US$ 62 bilhões para adquirir a Pioneer Natural Resources, seguida pela Chevron, que comprou a Hess por cerca de US$ 53 bilhões.

A estratégia da ConocoPhillips difere das compras recentes da Exxon e Chevron, que visam novos locais de perfuração. Em vez disso, a empresa pretende focar na otimização da produção nas bacias de xisto existentes, como Eagle Ford e Bakken, de acordo com analistas do Citigroup.

As ações da ConocoPhillips caíram 2,3% na abertura das negociações em Nova York, enquanto as ações da Marathon subiram 11%.

Embora menor do que os acordos da Exxon e Chevron, a aquisição da ConocoPhillips pode enfrentar escrutínio antitruste da Comissão Federal do Comércio dos EUA, dada a sua atividade recente em fusões empresariais.

Anteriormente, a Devon Energy manteve negociações com a Marathon sobre uma possível fusão, conforme fontes da Bloomberg News.

A ConocoPhillips espera que a aquisição acrescente 2 bilhões de barris ao seu estoque de recursos e prevê o fechamento do negócio no quarto trimestre, sujeito a aprovações regulatórias. 

Após a conclusão, a empresa planeja aumentar suas recompras de ações para mais de US$ 20 bilhões nos próximos três anos, com mais de US$ 7 bilhões no primeiro ano, assumindo os preços recentes das commodities. 

Além disso, a ConocoPhillips quer aumentar seu dividendo base ordinário em 34%, para 78 centavos de dólar por ação, a partir do quarto trimestre.

A petroleira foi assessorada pela Evercore e Wachtell, Lipton, Rosen & Katz, enquanto a Marathon contou com a assessoria da Morgan Stanley e Kirkland & Ellis.

Gabryella Mendes

Redatora do Melhor Investimento.