O BTG Pactual (BPAC11) registrou um lucro líquido ajustado de R$ 2,889 bilhões no primeiro trimestre de 2024 (1T24), representando um aumento de 28% em relação ao mesmo período do ano anterior. No 1T24, o BTG Pactual alcançou um lucro líquido ajustado de R$ 2,889 bilhões, marcando um crescimento de 28% em relação ao ano anterior. A receita total atingiu R$ 5,891 bilhões, uma alta de 23% em comparação com o mesmo período do ano passado.

Comentários da empresa sobre o BTG Pactual no 1T24

O banco atribuiu esse aumento significativo do lucro à expansão das receitas e a um controle eficiente de custos. Destacou-se também o ROAE de 22,8%, alcançado em meio a um cenário macroeconômico desafiador. Os ativos totais sob custódia do BTG Pactual atingiram R$ 1,6 trilhão, refletindo um aumento de 27% em 12 meses. Além disso, houve um avanço de 0,9 ponto percentual no Índice Basiléia, elevando-o para 16,4%.

Destaque de resultados financeiros

O banco reportou um Net New Money (NNM) de R$ 64 bilhões no 1T24 e R$ 225 bilhões no último ano móvel (LTM 1T24), evidenciando uma tendência positiva de entrada de novos recursos. Além disso, essa métrica reflete a confiança dos investidores na instituição financeira. Em nota, o BTG Pactual expressou satisfação com os resultados, ressaltando os recordes de receita e lucro líquido no trimestre. Ademais, destacou o forte desempenho nos segmentos de Asset e Wealth Management.

Julia Peres

Redatora do Melhor Investimento.