Nesta quinta-feira (13), o Instituto Hermes Pardini (PARD3) informou que optou por realizar o resgate antecipado facultativo de todas as debêntures emitidas na 2ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em série única, para distribuição pública com esforços restritos.

De acordo com a companhia, o resgate antecipado facultativo seguirá as medidas estabelecidas na escritura de emissão das debêntures e ocorrerá em 28 de abril de 2023, resultando no cancelamento das debêntures.

Além disso, foi comunicado que o valor estimado a ser desembolsado para realizar o resgate antecipado facultativo incluirá o saldo do valor nominal unitário das debêntures, bem como a remuneração proporcional ao tempo e um prêmio de 0,30% ao ano, calculado com base no prazo remanescente das debêntures. Estima-se que o montante total desembolsado será de cerca de R$ 110,6 milhões.

Fusão Hermes Pardini (PARD3) e Fleury (FLRY3)

Nesta quarta-feira (12), foi aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) a fusão entre os grupos Fleury (FLRY3) e Hermes Pardini (PARD3). 

Após a confirmação da notícia, o Banco Safra reiterou suas classificações outperform para as ações FLRY3 e PARD3, estabelecendo preços-alvo de R$ 19,00 e R$ 25,00, respectivamente.

Fundado em 1959, o Hermes Pardini atua no mercado de apoio laboratorial e na assessoria especializada a empresas de saúde como: laboratórios, clínicas e hospitais em todo o Brasil.

Em fevereiro de 2017, o Grupo Pardini concluiu uma etapa essencial para o processo de desenvolvimento da governança corporativa e expansão de mercado: A abertura de capital na bolsa de valores.

Veja também:

Caixa aumenta juros de crédito imobiliário

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.