A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), representada pelo código CSNA3 na Bolsa de Valores, divulgou seus resultados financeiros do quarto trimestre do ano passado (4T23), destacando um lucro recorde de R$ 851,1 milhões. Esse valor representa um significativo aumento em comparação com o lucro de R$ 197 milhões registrado no mesmo período de 2022.

Os números positivos são atribuídos, em grande parte, à melhoria tanto no resultado financeiro quanto no operacional da empresa. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado alcançou a marca de R$ 3,6 bilhões, um aumento de 16% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Os analistas do mercado esperavam um lucro líquido de R$ 982 milhões e um Ebitda de R$ 3,32 bilhões, de acordo com dados compilados pela LSEG. No entanto, os resultados da CSN superaram essas expectativas, reforçando a confiança dos investidores na empresa.

Além de sua atuação na produção de aço, a CSN também está presente nos setores de cimento, energia e mineração. No quarto trimestre de 2023, a empresa registrou um aumento de 6% nas vendas de aço, totalizando 1 milhão de toneladas vendidas. No entanto, houve uma queda de 5% nas vendas anuais, totalizando 4,17 milhões de toneladas vendidas em 2023.

Por outro lado, as vendas de minério de ferro tiveram um crescimento significativo, com um aumento de 15% no último trimestre, alcançando 11,14 milhões de toneladas vendidas. Essas vendas representaram 76% do Ebitda do grupo, totalizando R$ 2,74 bilhões em receita.

Lucro recorde no 4T23 e estratégia fortalecem posição de destaque da CSN

Em relação à sua situação financeira, a CSN encerrou o ano com uma relação dívida líquida sobre Ebitda de 2,58 vezes, um aumento em comparação com o ano anterior, quando essa relação era de 2,21 vezes.

A empresa também está sendo mencionada pela imprensa como uma potencial candidata à aquisição de ativos da produtora de cimento Intercement. Essa possível movimentação no mercado pode impactar positivamente o futuro da CSN e consolidar sua posição como uma das principais empresas do setor.

Julia Peres

Redatora do Melhor Investimento.