De acordo com as novas projeções divulgadas nesta terça-feira (11) pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), a economia brasileira deverá crescer 0,9% em 2023. Essa estimativa é inferior à previsão de crescimento de 1,2% feita pelo FMI em janeiro.

De acordo com o relatório Panorama Econômico Global do FMI, a estimativa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil em 2023 é inferior às médias globais e da América Latina, projetadas em 2,8% e 1,6%, respectivamente.

Para países de mercados emergentes e economias em desenvolvimento, grupo do qual o Brasil faz parte, o FMI estima uma média de crescimento de 3,9%.

Na previsão para 2024, o FMI não alterou a projeção para o crescimento da economia brasileira, ainda estimado em 1,5%.

Previsão do Banco Central

A projeção atualizada do FMI para o crescimento da economia brasileira neste ano segue alinhada com as expectativas do mercado interno.

De acordo com o mais recente Boletim Focus divulgado na última segunda-feira (10), a previsão para o PIB de 2023 subiu de 0,90% (projeto da semana passada) para 0,91%. Em contrapartida, a projeção para 2024 foi reduzida de 1,48% para 1,44%.

Embora o Banco Central tenha elevado sua estimativa de crescimento para este ano de 1% para 1,2%, de acordo com o Relatório Trimestral de Inflação (RTI) publicado em 30 de março, a perspectiva do FMI para o PIB do Brasil em 2023 é inferior.

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.